Aptidão Física Relacionada à Saúde de Escolares: Programa Fitnessgram

Por: António José Rocha Martins e Silva, , , Jeibson Moura Germano e Victor Lopes.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.18 - n.2 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O estudo identificou a proporção de crianças e adolescentes da população escolar de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil, que atendem aos critérios referenciados para a saúde a partir de escores equivalentes aos componentes de aptidão física. A amostra foi constituída por 2.849 sujeitos (1.457 moças e 1.392 rapazes), com idades entre seis e 18 anos. Os componentes da aptidão física foram avaliados mediante bateria de testes composta por cinco itens: "sentar-e-alcançar" alternado, abdominal modificado, elevação do tronco, puxada em suspensão na barra modificado e caminhada/corrida de "vai-e-vem", adotando-se pontos de corte para gênero e idade sugeridos pelo Fitnessgram. Mediante análise dos resultados foi possível observar que a proporção de escolares que atenderam às exigências motoras mínimas estabelecidas que possam satisfazer aos critérios referenciados para a saúde não foi maior que 8%, e a quantidade de jovens que alcançaram os critérios foi menor a partir dos 10 anos de idade em ambos os sexos. Os dados mostram, ainda, que grande parte dos jovens estudados demonstrou componentes de aptidão física que podem comprometer melhor estado de saúde, apontando para urgente necessidade de implementar programas de intervenção direcionados ao incremento da prática de exercício físico na população escolar.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922012000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.