Arquétipos Predominantes em Crianças de Idade Entre 4 e 6 Anos

Por: e Demétrius Prazeres da Silva.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Este trabalho buscou identificar e descrever os arquétipos
predominantes em crianças entre 4 e 6 anos de uma creche na cidade do Rio
de Janeiro, no sentido de verificar como conteúdos do inconsciente coletivo
influenciam na vida social das crianças. O referencial teórico se apoiou em
JUNG (1990); Gilbert DURAND (2002) e Ives DURAND (1988). Material e Método.
A coleta de dados foi realizada através do AT9 - teste arquétipo dos nove
elementos. Trata-se de um teste do tipo projetivo, que visa mapear a estrutura
do imaginário com a qual o indivíduo expressa seus estímulos ansiógenos, suas
defesas, e o uso que faz dos elementos auxiliares. Os arquétipos funcionam
como estímulos para que o indivíduo elabore um micro universo mítico a
partir dos nove elementos que são os seguintes: o personagem - elemento
central; a queda e o monstro - elementos ansiógenos; a espada, o refúgio e o
elemento cíclico - elementos de resolução da ansiedade; a água, o animal
(qualquer um) e o fogo - elementos auxiliares. Foram apresentadas imagens
relacionadas aos nove elementos. A seguir, as crianças fizeram um desenho
com as imagens de que mais gostaram e contaram uma história, que foi registrada
no diário de campo. Resultados: O personagem foi o elemento mais presente
(28%), vindo logo a seguir o refúgio (17%) e a espada (17%), o monstro (15%),
o fogo (10%), a queda (6%) e a água (6%), o elemento cíclico e o animal não
apareceram. No regime diurno, os símbolos diairéticos estiveram presentes
em 55% dos desenhos e narrativas. Os símbolos de ascensão (35%) e os
símbolos espetaculares (10%). No regime noturno, a estrutura mística (99%)
foi absoluta em relação à estrutura sintética (1%). Os meninos se concentraram
no reg ime di u rn o ( 8 5%) e a s me n i n a s n o reg ime n o t u rn o ( 6 5%) .
Conclusão. Verificamos uma relação entre o comportamento da criança e os
arquétipos. Houve predominância do regime diurno nos meninos e do noturno
nas meninas. A concentração dos meninos no regime diurno e das meninas no
regime noturno parece estar diretamente relacionada ao ambiente social, pois
todos os meninos e meninas que apresentaram desenhos relacionados à
estrutura heróica, independentemente do símbolo (ascensão, espetaculares ou
diairéticos), são crianças com um nível de atividade corporal maior que as
demais. Os meninos e meninas que apresentaram desenhos relacionados ao
regime noturno são crianças mais reclusas e tímidas.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/75_Anais_p403.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.