Arte - Brincadelras: Numa Abordagem Terapeutica Realizadas na Brinquedoteca com Criancas Hospitalizadas Portadoras de Neoplasias

Por: E. C. Malvacccni e T. M. B. Benício.

XV Conferência Mundial do IPA

Send to Kindle


Resumo

Arte e brincadeiras São realizadas dentro da brinquedoteca com crianças portadoras de câncer hospitalizadas, como processo terapêutico por ser uma comunicação verbal onde os símbolos sobressaem. As crianças participantes das atividades expressam suas emoções, sentimentos de dor e angustias de maneira a tomar consciência de si mesma, da sua existência no mundo, melhorando assim sua auto-estima. Todo material usado, e as atividades São planejados com o objetivo de alcançar as variedades de idade do momento em que estão praticando as atividades artísticas. De 0 a adolescente, usamos varias sucatas, tintas, massa de modelar, papeis, cartolina, lápis de cor aquarelado, lápis de cor, cola, folhas secas, flores, madeiras etcAs crianças estimuladas através de brincadeiras, jogos, histórias etc., ficam mais calmas, e seu tratamento se desenvolve melhor.

Concluímos que essas atividades recreativas e lúdicas, contribuem para diminuir o seu estado de ansiedade durante todos os procedimentos médicos, necessários a doença (câncer).

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.