As Atividades Circenses nas Aulas de Educação Física Escolar e a Criança com Múltiplas Deficiências

Por: Daniela Matielo de Carvalho Eda, Haunny Torisco Guimarães, Jair de Amorim Souza, Leopoldo Ortega da Silva, Robson José de Lima e Victor Martins Leite.

Conexões - v.17 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O tema deste relato de experiência parte da premissa de que as atividades circenses, e a criança com deficiência, ainda são questões desafiadoras para alguns professores e professoras de Educação Física Escolar. Objetivo: descrever uma experiência pedagógica com as manifestações circenses em aulas de Educação Física, como também refletir sobre a participação de uma criança com múltiplas deficiências. Métodos: Para tanto, estudantes universitários do curso de licenciatura em Educação Física, realizaram uma experiência didático-pedagógica levando em consideração o conteúdo das manifestações circenses; para tal experiência foi escolhida uma turma de estudantes do ensino fundamental II onde havia um aluno com múltiplas deficiências. A experiência foi realizada em uma escola pública do município de Mauá (SP), e constituiu-se de aulas expositivas, práticas corporais, rodas de conversa e exercícios de sala de aula (confecção de desenhos). Resultados e discussão: A experiência demonstrou ser uma possibilidade de abordar o conteúdo circense nas aulas de Educação Física Escolar, priorizando a diversidade e a inclusão, independentemente das limitações apresentadas pelas crianças, até mesmo por aquela, já citada anteriormente, possuidora de deficiências múltiplas. Conclusão: O conteúdo relacionado às manifestações circenses se coloca como uma possibilidade para aulas democráticas e com viés crítico.

Endereço: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8655860

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.