As Dificuldades de Inserção Ao Projeto PIBID no Curso de Licenciatura em Educação Física

Por: A. L. Rodrigues, P. T. F. Rocha, R. A. C. Monteiro e R. M. M. Silva.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) tem como foco o incentivo à formação docente para a educação básica; o contributo à valorização do magistério; a elevação da qualidade da formação inicial de professores nos cursos de licenciatura, a integração entre educação superior e educação básica; inserção dos licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, entre outras (BRASIL, 2008). O referido programa teve início em instituições privadas no ano de 2014, dessa forma, este trabalho consistiu em compreender quais as principais dificuldades encontradas pelos alunos participantes à adequação na rotina do programa. Tratou-se de uma pesquisa de campo, por meio de entrevista, utilizando-se um roteiro semiestruturado à 15 (quinze) alunos do Curso de Educação Física da Universidade Nove de Julho. No processo de implantação do Pibid foram apresentadas algumas metas a serem alcançadas e tarefas que deveriam ser cumpridas, como por exemplo: leitura de artigos científicos, elaboração de relatórios, discussões em grupo, estudo e análise do cotidiano escolar, participação em eventos científicos, etc. Todos os alunos foram encaminhados às escolas e após reunião com os respectivos gestores das escolas, juntamente com os professores supervisores, o acompanhamento iniciou-se efetivamente. A partir disto foi possível ter referências para a participação na pesquisa que gerou os seguintes resultados quanto às dificuldades encontradas no programa: conciliação entre o horário do trabalho, da faculdade e do programa; distância da escola em que foram encaminhados; o valor da bolsa insuficiente para transporte e alimentação e; desligamento de escola e de professores supervisores que gera a necessidade de deslocamento para outros estabelecimentos. Entendemos que as dificuldades apresentadas podem ser superadas com planejamento e melhor processo de seleção dos alunos e das escolas. Sobre o valor da bolsa-auxílio, a instituição de ensino não tem interferência direta. De qualquer maneira, consideramos que o referido Programa contribui para o cumprimento da normativa que trata da prática de ensino na formação docente (400 horas) e sobre os estágios regulares obrigatórios, pois, com auxílio para o transporte/alimentação e escolas definidas, o estágio é dinamizado e fica menos oneroso ao aluno. As experiências vivenciadas no projeto contribuem para o melhor aproveitamento das atividades acadêmicas, proporcionando maior conhecimento sobre o cenário escolar e o papel do professor em seu cotidiano.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.