As Experiências Corporais de Mulheres Que Jogam Futsal: Família, Grupo de Pares, Escolinhas Esportivas

Por: Andressa Perkovski Follmann, Caterine de Moura Brachtvogel e Maria Simone Vione Schwegber.

Pensar a Prática - v.23 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Há pesquisas na produção científica brasileira apontando que as mulheres brasileiras têm experiências corporais e esportivas frágeis. Desafiamo-nos a compreender as experiências corporais e esportivas de um grupo de mulheres que jogam futsal. Lançamos a seguinte pergunta: como se constituíram e se mantêm as experiências corporais desse grupo de mulheres? Os dados foram produzidos mediante entrevistas semiestruturadas com três mulheres que jogam futsal regularmente e analisados por meio da metodologia de Análise de Conteúdo. As experiências corporais dessas mulheres foram constituídas a partir do que chamamos de pontos de apoio: a família, a rua, o grupo de pares, as aulas de educação física escolar, as escolinhas esportivas. 

Endereço: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/54645

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.