As Imagens Masculinas e Femininas Reveladas nos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Por: , Gustavo Martins de Andrade, João Pedro dos Santos Véras, Péricles Monteiro Bernardo e Vanessa Silva Pontes.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Gênero é uma categoria sociocultural que determina as relações sociais e de poder entre os sexos. Sua abrangência é ilimitada, estando personificado desde na organização das instituições sociais até suas formas de distribuição de poder. Entendemos o esporte, fenômeno capaz de atinge adeptos e espectadores em todo o mundo, como uma instituição social marcada pelas relações de gênero. A imprensa se encarrega da divulgação de imagens e textos que tendem a causar impacto no leitor e nos praticantes, que admiram e se identificam com o esporte. Por meio dessa prática, a imprensa esportiva exerce um papel de destaque, a cultura midiática constrói e renova conceitos de masculinidades e feminilidades de forma implacável. Seguindo essa esteira, o objetivo do nosso estudo é analisar as imagens e os textos que as acompanham, exibidos nos Jornais “O Globo” e “O Dia” durante o período vigente dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, sob a luz da hierarquia de gênero. O problema norteador da pesquisa apresenta a seguinte indagação: De que maneira os Jornais “O Globo” e “O Dia” exibem imagens (fotos) e textos (manchetes e legendas) referentes a atletas masculinos e femininos? A metodologia empregada foi do tipo descritivo e natureza qualitativa. Analisamos ao todo 519 imagens, sendo 165 do Jornal “O Dia” e 354 do Jornal “O Globo”. Como técnica de análise de dados, utilizamos a análise de imagens e a de conteúdo. Os resultados foram quantificados e, após essa etapa, selecionamos as imagens mais representativas, que assim permitiram a divisão dos dados nas seguintes unidades: 1-Números que falam; e 2- Em ação: O tratamento desigual. De acordo com as inferências, podemos concluir que a cobertura jornalística faz julgamentos velados de comportamentos masculinos e femininos que correspondem ao padrão vigente convencionado pela própria mídia. (Re)produzem estereótipos, preconceitos, sexismo, resistências e até mesmo novos valores e atitudes que enaltecem visões dominantes entre homens e mulheres na sociedade atual.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/4874

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.