As Manifestações de Dança da Cultura Negra: Uma Contribuição Para Inserção Como Conteúdo Escolar

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

A cultura afro não é encarada com a devida importância por aqueles que cuidam do planejamento da educação no país e muito menos no Nordeste, sendo ainda um tabu para muitos educadores, que não buscam resgatar toda a riqueza que a história africana possui, implementando ações nas escolas para que os alunos, em sua maioria afrodescendentes, possam se imbuir de um banho de cultura na sua totalidade, ou por que não dizer, na sua multidimensionalidade. Para tanto, busca-se nesse trabalho demonstrar as figuras, os símbolos e as gestualidades das danças oriundas das manifestações da Cultura Negra, visando contribuir com a informação de maneira que seja implementada efetivamente na Educação com prevê a lei nº10.639/03 . A dança aparece neste contexto como uma das manifestações culturais mais representativas da cultura negra. Segundo Ramos (2001, p. 181), entre os povos negros que forneceram escravos para a América, a dança era uma instituição nos autos da caça, guerra, danças sexuais, funerárias, religiosas. Em vários estados brasileiros, vemos manifestações de dança da cultura negra que se perpetuam. Dentre as muitas destacamos: o congado, o catopês, o jongo, a roda de capoeira, o samba de roda, o maracatu, o coco-de-zambê, a dança dos orixás, o lundu ou lundum. Esta pesquisa se considera relevante, pois, apesar da proximidade, da fácil acessibilidade, a aquisição desses conhecimentos é por muitos, se não pela grande maioria, completamente desconhecida. A metodologia do trabalho ocorreu com pesquisa de campo, entrevistas, registros fotográficos. A entrevista foi realizada em uma Casa de Santo localizado no bairro Parque Industrial na Cidade de Parnamirim (RN), cujo entrevistado foi um “Pai de Santo”, o qual disponibilizou o acervo bibliográfico e vídeo com rituais de iniciação ao Candomblé. Com diálogos como entrevistado verificou-se que na atuação de uma gestão escolar houve atitudeinfiel de um educador, tal como: esconder e jogar no lixo livros que tratam da Cultura Negra. Tudo isso pela gestão ser de uma religião X, não quis que estes exemplares chegassem aos alunos, omitindo assim com a construção democrática do conhecimento. Percebe-se também nas escolas poucas ou quase nenhuma atividade com esses conteúdos. A partir da contribuição deste trabalho a gestão escolar e as disciplinas de História, Artes, Educação Física, dentre outras, podem fazer com que haja a interdisciplinaridade com os conteúdos da Cultura Negra, através da realização de atividades e manifestações artísticas-culturais, de maneira que essas ações sejam conduzidas no dia a dia das escolas e não apenas em atividades assistemáticas, quando ocorrem.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.