As Marés de Aventura: o Surfe no Município de Salinópolis Entre Ações e Possibilidades

Por: Emilly Yasmin Corrêa Dias e Patrícia Chaves de Araújo.

Licere - v.22 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho apresenta análises acerca das políticas públicas de incentivo ao surfe no município de Salinópolis/PA, apresentando o espaço da cidade como local propício para o desenvolvimento deste esporte. A metodologia consistiu em consulta bibliográfica, pesquisa de campo realizada através de observação e perguntas semi estruturadas que destacaram as falas de nove colaboradores, sendo sete atletas presentes no ranking estadual (2017), e dois gestores de ações de incentivo ao surfe no município. Foi utilizada uma abordagem fenomenológica, de enfoque qualitativo, e o método da análise de conteúdo (BARDIN, 2011). Para compreender os aspectos desta pesquisa foram utilizados Mascarenhas, (2007); Bahia e Nascimento, (2014) no âmbito do lazer e políticas públicas, Ribeiro (2003), Knijinck e Cruz (2010) e Dias (2008) para a trajetória histórica do surfe; Santos (1996; 2015) e Brunhs (1997) para a apropriação espacial. Os resultados apontam que, apesar da visibilidade e do reconhecimento dos atletas salinopolitanos, não ocorre investimento do poder público para o surfe em Salinópolis/PA, sendo que o desenvolvimento e apoio à modalidade depende da mobilização de associações. Conclui-se que, por não haver investimento do poder público voltado para o surfe em Salinópolis/PA, mesmo o meio ambiente sendo favorável à prática desse esporte, vê-se como relevante a criação de projetos voltados ao surfe que envolvam o ambiente natural da cidade em programas de lazer e preservação ambiental.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/12319

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.