As Práticas de Cultura Corporal na Escola: Entre os Significados e a Obtenção do Capital Corporal na Disciplina de Educação Física 

Por: Daniele Andrea Janowski.

164 páginas. 2016 24/03/2016

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho objetivou estabelecer a relação entre componentes curriculares e a possibilidade de obtenção de capital corporal a partir dos conteúdos da cultura corporal. A conexão do conceito de capital corporal com a Educação Física aparece como fio condutor desta pesquisa, sendo considerada a disciplina fundamental na veiculação da cultura corporal, no desenvolvimento e na aprendizagem de conhecimentos que possibilitem ao aluno o investimento corporal e a obtenção de capital corporal a partir de práticas e conhecimentos. Buscou-se no quadro teórico de análise do sociólogo francês Pierre Bourdieu, elementos para configurar a problematização em relação à construção social do corpo do aluno no espaço escolar, como um campo social fundamental para a consolidação do habitus, para apropriação cultural presente nos conteúdos escolares, bem como nas vivências e experiências que adquire nesse contexto. A pesquisa bibliográfica parte da cultura no espaço escolar e da cultura corporal presente nos conteúdos e nos elementos articuladores do currículo da disciplina de Educação Física presentes nas Diretrizes Curriculares da Educação do Estado do Paraná, no Projeto Político Pedagógico, no planejamento anual da disciplina de uma escola do interior do Paraná. A pesquisa empírica foi delineada em dois momentos. O primeiro contou com a produção de dados decorrentes de questionários respondidos por 134 escolares do 8º e 9º anos do ensino fundamental e o segundo com uma entrevista realizada com um professor de Educação Física que ministra aulas na referida escola para buscar esclarecimentos sobre planejamento e práticas pedagógicas ligadas aos conteúdos estruturantes da disciplina e aos conhecimentos articulados nos documentos oficiais. Após a inferência de dados foi possível concluir que existe uma significativa aceitação da disciplina de Educação Física pelos alunos e certa nitidez no entendimento com relação aos benefícios da aquisição dos conhecimentos veiculados pelos conteúdos da disciplina para a manutenção da saúde, a preservação do corpo, a potencialização do corpo para desenvolver atividades cotidianas, a importância dos cuidados com o corpo, para a saúde, a imagem e a comunicação. É expressiva a compreensão, dentro dos limites de percepção desses alunos, da possibilidade de investimento corporal atual e futuro e da existência possível de obtenção de capital corporal, não nomeada, latente, como potencial cumulativo e lucrativo.

Endereço: http://hdl.handle.net/1884/42738

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.