As Práticas de Lazer dos Moradores nas Ruas da Vila Holândia

Por: Carolina Gontijo Lopes e .

Licere - v.19 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Este estudo investigou as práticas de lazer na rua dos moradores do bairro residencial Vila Holândia, Campinas, São Paulo, com o objetivo de compreende os usos cotidianos do espaço urbano. Metodologicamente optamos pela observação de cunho etnográfico. Identificamos que a vida comunitária na Vila Holândia passou por profundas transformações sociais. Mesmo assim, ainda encontramos evidências que permitem dizer que a riqueza das experiências da rua ainda resiste ao processo de urbanização das cidades que sucumbem às relações comunitárias mais tradicionais. Nas experiências da rua, os sujeitos compartilham o espaço público e materializam a convivência social. É pelas relações de troca, evitação e conflito que os moradores se apropriam das ruas e das práticas de lazer, estabelecendo as regras e os rituais próprios da identidade social desse lugar. Concomitantemente, a convergência entre os círculos sociais dos diferentes grupos etários na participação em práticas de lazer, no cotidiano da rua, pode garantir a perpetuação dessas formas de apropriação, ao fortificar o pertencimento à sociabilidade para as próximas gerações. São comuns a prática das caminhadas, as brincadeiras de rua, o futebol, a contemplação e o bate papo, que permitem criar certos círculos de pertencimento. Mas, há também discursos que vem a rua como um lugar inseguro, do qual não se sentem pertinentes e pertencentes.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/2023

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.