As Representações Sociais da Educação Física Escolar

Por: Flavia Gonzaga Lopes Vieira.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Muitas foram as concepções que nortearam a prática da
Educação Física dentro da escola e dentre elas a Hegemonia Esportiva,
também chamada de Tecnicista ou Esportivista, da década de 70. O Decreto
nº. 69.450/71, que regulamentava a Educação Física escolar, foi um dos
principais responsáveis pela caracterização desta área de conhecimento
que enfatizava a performance e o rendimento através do esporte (BARBOSA,
2001). Ao perceber a idéia formada a respeito da função da Educação
Física escolar, julgou-se ser importante o estudo das representações sociais
da Educação Física no contexto escolar. Este estudo tem por objetivo
compreender a visão que os alunos têm da Educação Física, ou seja, qual a
sua função dentro da escola. Materiais e Métodos: Para o desenvolvimento
da presente pesquisa utilizou-se de uma metodologia de abordagem
qualitativa. A amostra constituiu-se de 34 alunas do 2º ano do ensino médio
de uma escola da rede pública da cidade de Curitiba, selecionadas em função
da vivência com a prática da Educação Física desde o início do ensino
f undament a l . Pa ra a re a l i z a ç ão da col e t a de dados, u t i l i zou - s e um
questionário velado com perguntas fechadas e abertas que foram entregues
às alunas e recolhidos logo após, pela pesquisadora. As questões foram
organizadas em categorias que forneceram os subsídios para a análise dos
resultados. Resultados: Com base nas respostas obtidas, observou-se que
a Educação Física presente na escola, após tantos anos, ainda apresenta
um caráter Esportivista, e é vista como uma oportunidade de descontração
e relaxamento, desvinculada de um referencial que lhe dê suporte. Tem-se
reforçado a idéia de ser ela uma disciplina exclusivamente prática, sem
maiores necessidades de reflexão (MEDINA, 2004). Conclusão: Concluí-se
que a Educação Física perdeu e vem perdendo seu caráter educativo e
passou a ter um caráter compensatório, ou seja, ela existe para que os
alunos descontraiam, relaxem e dispendam energia para que o rendimento
dos alunos nas aulas ditas teóricas seja satisfatório.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.