Aspectos da Imagem Corporal de Idosos, Praticantes e Não Praticantes de Atividades Fisicas

Por: Carmencita Márcia Balestra.

2002 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A mudança demográfica ocorrida no século XX mudou o perfil etário dos brasileiros.Segundo convenções sociodemográficas, a velhice é a última etapa da vida humana e é delimitada a partir dos 60 anos para países que vivem em tentativa de desenvolvimento. O envelhecimento, enquanto fenômeno, desperta de forma significativa o interesse de pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento, entre elas, a educação física. Este é um estudo sobre a velhice, a imagem corporal e atividades físicas. Tivemos como base, um referencial teórico que discute a velhice e a imagem corporal. Para uma melhor compreensão da imagem corporal dos idosos, definimos como universo para este estudo os moradores da unidade gerontológica Vila Vida, localizada na cidade de Goiânia/GO e os freqüentadores do Centro de Convivência de idosos/CCI, que funciona no mesmo local. Foi definido como critério da população alvo serem os moradores e os freqüentadores praticantes e não praticantes de atividades físicas sistematizadas. Assim, desenvolvemos uma pesquisa de campo com a aplicação do teste: A minha imagem corporal, o original, do prof. David Rodrigues (1999) In LOVO (2001). Os resultados deste estudo indicaram preliminarmente que as atividades físicas podem ser uma importante aliada para que os idosos tenham uma melhor compreensão de suas individualidades fisiológicas, psicológicas e sociais, o que deverá se configurar em uma melhor percepção da imagem corporal. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000284873&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.