Aspectos Psicossociais Que Interferem no Rendimento de Modalidades Desportivas Coletivas

Por: Aloísio Bezerra Sandes Junior, Ana Carolina Carneiro Leão, Ana Elizabeth Vieira da Cunha, Carlos Augusto Cardoso Kucera, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas, João Manuel Farias e Rebeca Rodrigues Melo.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.11 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Esta investigação objetiva discutir os aspectos psicossociais que inibem ou favorecem o desempenho, apresentando sugestões de treinamento com interferências favoráveis à performance; e ainda, discutir o rendimento desportivo sob o prisma qualidade de vida. Participaram do estudo descritivo 103 atletas de rendimento de modalidades coletivas, de cinco instituições da cidade do Recife-Pernambuco. Os questionários foram o WHOQOL, o FISSB e FISS-J. Os resultados encontrados foram: o espírito de equipe é muito importante para vencer (98,0%); satisfação em trabalhar em equipe (95,0%). No tocante às situações inibidoras de desempenho, os índices mais representativos foram: arbitragem prejudicial (81,4%); perder jogo praticamente ganho (75,7%). No âmbito da qualidade de vida, os indicadores relevantes foram: minha vida tem sentido (92,2%); avaliação de uma boa qualidade de vida (89,2%). Essas categorias apontaram a necessidade do treinamento desportivo sob a ótica humanista, interagindo a tecnologia do treinamento e as necessidades sociopsicológicas, potencializando as qualidades físicas, técnicas e táticas dos atletas.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2009v11n2p195

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.