Aspectos teóricos – práticos da caminhada ecológica enquanto potencial conteúdo de ensino da Educação Física na escola: O relato de uma experiência

Por: Dirceu Ribeiro Nogueira da Gama.

IV EnFEFE - Encontro Fluminense de Educação Física Escolar

Send to Kindle


 Educação física , ecologia e cultura corporal


 Nos dizeres de Resende ( 1995 : 133 ) , o corpo humano não é um instrumento distinto do homem , mas a sua própria existência no mundo . O ato de se conhecer é , necessariamente o de descobrir o corpo nas relações objetivas e subjetivas travadas com os ambientes natural e social . " Esse é um dos objetivos específicos da educação escolar , fazendo parte desse processo e , por conseguinte , justificando os momentos de reflexão e prática da cultura corporal , mediatizados pelas suas determinações históricas ." ( RESENDE , 1995 : 133 )


 As expressões da cultura corporal são necessidades da humanidade , assim como as artes cênicas , a música , a dança e o próprio sentido ecológico em si . Em tal contexto , os indivíduos revelam percepções , sentimentos e razões via outros canais de comunicação , cuja dinamismo pode inclusive vir a superar as conceituações baseadas na logística dos signos da linguagem verbal .


 Maffesoli ( 1984 : 54 - 56 ) , sobre o sentido ecológico , confirma que a relação do homem com a natureza é lúdica , permitindo um rol de múltiplas descobertas em que este ultrapassa - se , realizando novas aquisições e formulações . Relacionando seu potencial pedagógico com a Educação Física escolar , podemos dizer que num cenário com essas características , as necessidades de respirar , andar , saltar , equilibrar , arrumar uma mochila , tematizar , raciocinar , etc. aparecem como casuísmos do desejo de ser e de felicidade que afloram nessas condições . Respeitado esse princípio , as adversidades ou carências que vem a tona tendem naturalmente a ser suplantadas com criatividade e discernimento , abrindo espaço para um amplo leque de reflexões sobre as condições históricas da fragmentação dos espaços urbanos e a depredação ambiental .


 Por outro lado , Bento ( 1998 : 129 ) não descarta que o ensino - aprendizado de uma base técnica de conhecimentos é uma parte capital desse processo , aludindo ao fato de que a estruturação da cognição e emoção em formas culturais é imprescindível para a inserção dos estudantes na sociedade . " Na lista das técnicas culturais merecedoras de aquisição , podemos registrar também sem dificuldade ( ... ) as técnicas de lidar ( ... ) com a corporalidade ." ( BENTO , 1998 : 130 ) . A oportunidade de aprendizagem social a partir da dimensão cultural e ecológica do corpo pressupõe também a aquisição de conhecimentos instrumentais , a fim de que a experiência da corporalidade redunde em modificações comportamentais fecundas .


 Se o ensino técnico de habilidades motoras deve ser um dos objetivos da Educação Física escolar , a mesma , porém não se pode limitar a apenas isso . É importante haver a sistematização das estratégias de reflexão sobre os múltiplos determinantes das atividades corporais , assim como dos conflitos morais , éticos , estéticos e políticos da práxis educacional .


 "Numa dimensão específica , trata - se da criação de clima favorável de modo que os indivíduos possam vivenciar e adquirir possibilidades de comportamento social cooperativo para a prática das atividades corporais , quer com orientação , quer de forma autônoma ." ( RESENDE , 1995:137 -138 ) .


 No mais , não se pode deixar de reiterar que a perspectiva ecológica do movimento humano situa - no em termos da integração sistêmica de seus diversos determinantes , o que , em grande medida , leva a uma revisão do conceito de promoção da saúde , objetivando superar posições acríticas que concebam - no apenas sob a luz de variáveis anátomo - fisiológicas .


 A caminhada ecológica como proposta de atividade física no âmbito da intervenção pedagógica de um projeto conservacionista : o caso da área de proteção ambiental do Parque da Chacrinha


 O Parque da Chacrinha é uma Área de Preservação Ambiental do IBAMA situada no bairro de Copacabana , município do Rio de Janeiro . Sua extensão é de 25 hectares , contendo ainda uma gama considerável de espécies animais e vegetais típicas da Mata Atlântica .
A administração central do parque , em conjunto com a Secretaria Municipal de Esporte e Turismo , faz uso de uma infra - estrutura construída para que aulas de educação ambiental e cidadania sejam ministradas à alunos de primeiro segmento das escolas públicas do município localizadas nas imediações .Esse projeto originou - se de uma parceria envolvendo , além da supracitada administração central do parque , algumas organizações não governamentais (ONGs) e a União dos Escoteiros do Brasil .


 Aos sábados pela manhã , os estudantes reúnem - se no Parque e , supervisionados por professores de Educação Física , escoteiros e representantes das ONGs , percorrem trilhas que cortam o espaço natural preservado , recebendo informações sobre ecologia , orientação , construção de mapas , biodiversidade e primeiros socorros . O estímulo a participação é corroborado pelo pagamento de uma ajuda de custo mensal de R$ 50 , 00 para cada aluno .


 No caso das atribuições específicas dos professores de Educação física nesse processo , são exploradas situações pertinentes ao conhecimento dos estudantes , por exemplo , sobre que tipo de alimentos são mais apropriados para serem ingeridos durante a realização da atividade , com que periodicidade devem se reidratar , como a carga das mochilas deve ser distribuída , porque a atividade é intercalada com pausas respiratórias para recuperação , como harmonizar o equilíbrio e o deslocamento corporais segundo as mudanças de inclinação dos perfis topográficos , quais os efeitos sobre o organismo humano de uma caminhada realizada em espaços naturais . De certa forma , a passagem dessas informações é feita com base no domínio e reciclagem de conteúdos pertinentes as diversas disciplinas acadêmicas que compõe a base teórica da área do conhecimento Educação Física e Desportos , como a Didática , a Antropologia , a Filosofia , a Nutrição , a Fisiologia , a Biomecânica , o Treinamento Desportivo , etc. A título de complementação , ratifica - se que o procedimento das ações busca sempre levar em conta as características físicas e psico - sociais do grupo .


 Esporadicamente , são realizadas atividades em outros espaços naturais próximos , sejam eles integrados ou não a programas de preservação . As tarefas são , geralmente , a coleta e classificação do lixo não orgânico depositado no local , seguidas de discussões sobre o seu potencial danoso para o ecossistema vigente . Acreditamos que assim os níveis de motivação e envolvimento dos participantes mantém - se sempre elevados , minimizando os riscos de evasão voluntária das atividades .


 Considerações finais


 De tudo o que foi discutido até então sobre a problemática ecológica e a possibilidade interveniente da Educação Física em tal cenário , concordamos com a posição de Santin ( 1995 : 10 ), o qual situa essa questão em função da sua repercussão ética . Ética e produção de conhecimentos estão inevitavelmente vinculados na ação , porque esta emprega , ao mesmo tempo , o saber e os valores . Isso significa que não basta ao fato ecológico ser objeto de uma explicação ou esclarecimento cognitivo , mas interpreta - lo no que concerne a sua ligação com a existência humana .


 Do ponto de vista da práxis pedagógica , isso é o mesmo que defini - la em termos da superação de anacronismos pela busca de uma teorização ética capaz de fundamentar os seus direcionamentos , que , em última instância , não devem convergir para outro fim que não seja o agir humano . Em termos concretos , isso seria o resultado de uma conjunção dos objetivos particulares da Educação Física com outros de valorização da vida , vinculando o seu presente e seu destino ao da escola .


 Acreditamos que a própria natureza multidisciplinar dessa qualidade de intervenção pedagógica demanda que o processo de construção das soluções não sofra qualquer tipo de reducionismo por parte de algum suposto saber com a conotação de hegemônico . O que cabe aqui é integra - lo com o conteúdo oferecido pelas outras disciplinas acadêmicas , que concentram nas questões ambientais o foco de suas atenções .


 Para finalizar , reforçamos os dizeres de Lovisolo ( 1997 : 78 - 80 ) , ao apontar que a Educação Física poderia ser um instrumento de notável repercussão para que os estudantes valorizassem o cotidiano das instituições de ensino . Encaminhando atividades que sejam marcantes para os estudantes em função do paroxismo do seu componente lúdico , e dentre elas situamos a caminha ecológica , a mesma auxilia na revitalização do espaço da escola e da sua capacidade de ser formadora de opinião . Até porque os meios de comunicação de massa já vem exercendo a algum tempo esse papel , quando se trata de temas ligados à ecologia .


 Propondo situações que também levem as outras disciplinas acadêmicas a se reavaliarem , capazes de enaltecerem o sentido das representações que as crianças fazem da escola , que a Educação Física pode desempenhar um papel salutar sobre as motivações do ensinar , do aprender , e sobre a natureza do educando


Obs.O autor é acadêmico do 7.º período de Educação Física e Desportos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e foi orientado pelo prof. Jeferson José Moebus Retondar - Doutorando do PPGEF / UGF


 Referências bibliográficas


Bento , Jorge Olímpio . Desporto e humanismo : o campo do possível. Rio de Janeiro : EdUERJ , 1998
Brunhs , Heloisa Turini . Lazer e meio ambiente : corpos buscando o verde e a aventura . Revista Brasileira de Ciências do Esporte , Florianópolis , v. 18 , n. 2 , p. 86 - 92 , janeiro / 1997
Durán , Túlio . Área de proteção ambiental : o maciço de Baturité . In : LOPES , Ignez Vidigal ; Filho , Guilherme Soria ; BILLER , Dan ; Bale , Malcolm ( Org. ) Gestão ambiental no Brasil : experiência e sucesso . Rio de Janeiro : Editora Fundação Getúlio Vargas , 1998 , p. 215 - 239
Feijó , Olavo G. Psicologia para o esporte : Corpo & Movimento . Rio de Janeiro : Shape Ed. , 1998
Lovisolo , Hugo . Estética , esporte e educação física . Rio de Janeiro : Sprint , 1997
Maffesoli , Michel . A conquista do presente . Rio de Janeiro : Rocco , 1984
Resende , Helder Guerra . Subsídios para uma pedagogia da educação física escolar numa perspectiva da cultura corporal . In : VOTRE , Sebastião José [ et. al. ] ( Org. ) Cultura , atividade corporal e esporte . Rio de Janeiro : Editora Central da Universidade Gama Filho , 1995 , p. 125 - 138
Santin , Silvino . A Ética e as Ciências do Esporte : uma consciência filosófica da questão . In Neto , Amarílio Ferreira [ et. al. ] ( Org. ) As ciências do esporte no Brasil . Campinas , SP : Autores Associados , 1995 , p.7 - 28

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.