Associação da Ansiedade Traço com Sintomas de Transtornos Alimentares em Bailarinos

Por: Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães, , Jéssica Moratelli, Leonessa Boing e Nycolle Martins Reis.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.33 - n.2 - 2019

Send to Kindle


.Resumo

Bailarinos sofrem exigências em função de um corpo magro, o que pode gerar ansiedade e deixá-los por vezes mais propensos aos sintomas transtornos alimentares. Sendo assim, esse estudo objetivou analisar a associação da ansiedade traço com sintomas de transtornos alimentares controlados por nível socioeconômico, grau de escolaridade e modalidade em bailarinos do 31º Festival de Dança de Joinville na cidade de Joinville/Santa Catarina (SC). Participaram do estudo 156 bailarinos do 31º Festival de Dança de Joinville – Santa Catarina, os quais responderam a um questionário autoaplicável contendo as variáveis sociodemográficas, medidas antropométricas, Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE), Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26) e Bulimic Inventory Test Edinburgh (BITE). Observou-se prevalência elevada de ansiedade traço (82%). Houve associação entre sintomas de bulimia nervosa com a ansiedade traço, apontando que os bailarinos com sintomas de bulimia apresentaram probabilidade maior 1,15 (IC95% = 1,05-1,27) em ter ansiedade elevada e aqueles bailarinos com gravidade de sintomas de bulimia apresentaram uma probabilidade maior de 1,13 (IC95% = 1,01-1,28) em ter ansiedade traço elevada. Encontrou-se grande prevalência e forte associação da ansiedade traço com os transtornos da alimentação de bailarinos durante o Festival de Dança de Joinville.

Endereço: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/170300

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.