Associação Entre Força de Preensão Manual e Nível de Atividade Física em Idosos Portadores de Hipertensão Arterial

Por: Rafaela Avila Mattioli.

100 páginas. 2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O processo de envelhecimento tem sido caracterizado pela alta incidência de doenças crônicas, sendo a hipertensão arterial um dos problemas de saúde de maior prevalência. A força de preensão manual é um indicador geral da força muscular e seu declínio está associado à mortalidade. Com base nisso, o objetivo do estudo será comparar a força de preensão manual entre diferentes níveis de atividade física em idosos com hipertensão arterial. O delineamento do estudo é observacional transversal. A população-alvo do estudo compreenderá indivíduos com idade igual ou superior a 60 anos, de ambos os sexos, cadastrados no Núcleo de Apoio à Terceira Idade (NATI) da Escola Superior de Educação Física (ESEF) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e seus vizinhos de moradia. Para a coleta da força de preensão manual será utilizado dinamômetro da marca Jamar e a atividade física mensurada através das sessões de lazer e deslocamento do International Physical Activity Questionnaire - long version. A análise dos dados será feita através do pacote estatístico Stata 11.0. O estudo poderá contribuir para o conhecimento do nível de força de preensão entre idosos hipertensos e sua relação com o nível de atividade física. Palavras-chave: Força muscular. Preensão manual. Dinamometria. Hipertensão. Idosos. Atividade física.

Endereço: http://wp.ufpel.edu.br/ppgef/arquivo-de-dissertacoes-2015/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.