Associação Entre Nível de Atividade Física, Capacidade Funcional e Composição Corporal de Pacientes de Hemodiálise

Por: Joao Felipe Mota e Maria do Rosário Gondim Peixoto.

XX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Pacientes em hemodiálise (HD) apresentam baixo nível de atividade física, o que afeta negativamente a massa muscular e a força destes pacientes. Objetivo: avaliar o nível de atividade física e identificar possíveis associações com a capacidade funcional e composição corporal de pacientes em tratamento de hemodiálise.Metodologia: 50 pacientes com média de idade 54±12,4 foram avaliados quanto a composição corporal por meio de Absormetria por Dupla Emissão de Raios-X (DEXA), a avaliação do nível de atividade física foi feita por meio do questionário internacional de atividade física (IPAQ), e a capacidade funcional foi avaliada por meio do time up and go test. Análise estatística foi feita por meio de correlação de Pearson e o nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: Foi encontrado alta prevalência de sedentarismo e insuficientemente ativos e o tempo de sedentarismo foi associado à maior gordura corporal, enquanto o tempo em atividade física foi relacionado com menor gordura androide.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.