Associação Entre o Estado Nutricional e o Percentual de Gordura de Escolares de Rede Pública e Particular

Por: .

XII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O sedentarismo tem aumentado de forma alarmante entre crianças e adolescentes, tendo como conseqüência mais evidente a obesidade, indistintamente do nível socioeconômico pertencente. O objetivo do presente estudo foi verificar se há associação entre o estado nutricional e o percentual de gordura (%G) de estudantes de escola pública (EPU) e particular (EPR). Estudo de corte transversal realizado com 60 adolescentes, 30 meninas, com idade média de 11 anos, cursando a 4ª, 5ª e 6ª séries e que participavam das aulas de educação física, em Gravataí, RS. Utilizou-se o teste de correlação de Pearson e o teste t de student a umnível de significância de 5% para a análise dos dados. Os resultados mostraram que houve correlação positiva entre o IMC e o %G das meninas, tanto da EPU (r = 0,896) quanto da EPR (r = 0,91. Quando observando os meninos, os resultados também identificaram correlação positiva entre IMC e %G tanto na EPU (0,96) quanto na EPR (0,95). No presente estudo, apesar da utilização deummétodo duplamente indireto para a estimativa da gordura corporal, os valores encontrados apresentaram uma associação significativa com a classificação proposta, baseada no IMC por idade. Os resultados deste estudo mostram que foi adequada a escolha do IMC/idade, baseado em padrão internacional, como indicador diagnóstico do estado nutricional (sobrepeso e obesidade) em escolares; uma vez que apresentou concordância com o excesso de adiposidade corpórea, calculada a partir da medida de dobras cutâneas.

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.