Associação do Estado Nutricional com a Hipertensão Arterial de Adultos

Por: Anderson Zampier Ulbrich e Renata Labronici Bertin.

Motriz - v.17 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: associar a hipertensão arterial por meio do sexo, estado nutricional e avanço da idade  em adultos. Métodos: estudo transversal com 5.053 adultos de ambos os sexos (20 a 60 anos), da cidade 
de Curitiba, PR. O índice de massa corporal e pressão arterial foram classificados segundo recomendações  da Organização Mundial da Saúde e Sociedade Brasileira de Hipertensão. Utilizou-se método descritivo,  distribuição de freqüência, ANOVA one way e regressão logística binária para obtenção de “Odds Ratio”,  com p<0,05. Resultados: verificou-se elevada prevalência de indivíduos com sobrepeso (41,6%) e  obesidade (31,2%). Entre os obesos, 15,7% dos homens e 13,8% das mulheres foram considerados  hipertensos e apresentaram quatro vezes mais razão de chances de ter hipertensão quando comparados a  seus pares com peso esperado. Conclusão: os homens com o avanço da idade e excesso de peso  apresentam associação linear com o aumento da pressão arterial. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/3790/pdf_110

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.