Associações de Remadores Teuto-brasileiros em Porto Alegre (1917): Recomposições Identitárias em Um Conflito Bélico

Por: , Carolina Fernandes da Silva, Eduardo Klein Carmona e .

Revista da Educação Física - UEM - v.27 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Este estudo busca interpretar as recomposições identitárias nas associações de remadores teuto-brasileiros porto-alegrenses, principalmente no ano de 1917, durante um conflito bélico. Para a construção do corpus documental da pesquisa foram analisadas atas de clubes e  jornais. As fontes revelaram que, até 1917, nas associações de remo, espaços de lazer e sociabilidades de teuto-brasileiros, eram cultivadas práticas e representações de identidades culturais teuto-brasileiras como, por exemplo, o uso da língua alemã. Com a inserção do Brasil na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), essas associações foram pressionadas ao abrasileiramento, ocorrendo negociações identitárias no cenário esportivo. A adoção do português na comunicação interna, bem como no nome original de associações são exemplos de mudanças.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/28108

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.