Associações Entre Espiritualidade e Religiosidade, com a Qualidade de Vida e Nível de Atividade Física Habitual de Idosos Fisicamente Independentes

Por: Hélio Sanches Júnior.

2015 22/12/2015

Send to Kindle


Resumo

A espiritualidade tem sido objeto de pesquisas científicas em muitos segmentos da área da saúde e, particularmente com a população idosa. Esse interesse é crescente, devido às características que envolvem essa população e por possuírem tendência a estarem mais voltados às questões existenciais e que podem estar relacionadas às variáveis de saúde e qualidade de vida. Esta pesquisa tem como objetivo investigar as possíveis relações entre a espiritualidade e religiosidade com a qualidade de vida, o nível de atividade física habitual e variáveissociodemográficas e de saúde de indivíduos idosos fisicamente independentes. Participaram do estudo 150 idosos (41 homens e 109 mulheres), com mediana de 67,5 anos, fisicamente independentes, residentes na comunidade do município de Londrina e região metropolitana. Os dados foram coletados mediante seis questionários: 1) informações sociodemográficas, estado de saúde e saúde percebida, 2) DSES (Daily Spiritual Experience Scale) para a espiritualidade, 3) Escala de Durel para avaliar a religiosidade,4)WHOQOL-Brefe 5) WHOQOL-Oldpara a qualidade de vida e 6) questionário de Baecke adaptado para idosos para o nível de atividade física habitual. Os resultados descritivos mostraram que a maior parte dos idosos possui até quatro anos de estudo, é casada, reside acompanhada, é aposentada, possui até quatro comorbidades e percebe sua saúde como boa. Homens e mulheres percebem a sua qualidade de vida semelhantemente (WHOQOL-Bref 70,1 versus 70,1, p=0,750; WHOQOL-Old 72,9 versus 72,9, p=0,720) e que as mulheres possuem espiritualidade mais desenvolvida, se envolvem mais em práticas religiosas (DSES 33 versus 36, p=0,015) e possuem maior nível de atividade física habitual do que os homens (4,19 versus 3,67, p=0,001). A espiritualidade e religiosidade se associaram significativamente com diversas variáveis do estudo, sobretudo as de qualidade de vida, indicando que a espiritualidade mais desenvolvida e a maior inserção em práticas religiosas estão associadas a diversas variáveis da qualidade de vida. Concluímos que a espiritualidade e a prática religiosa em indivíduos idosos fisicamente independentes estão associadas a diversas variáveis, sobretudo as que se referem à percepção de qualidade de vida.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000203842

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.