Atitude de Trabalhadores Quanto à Prática da Atividade Física no Tempo Livre

Por: Silvia Deutsch.

Motriz - v.5 - n.2 - 1999

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem por objetivo identificar as atitudes de trabalhadores de indústrias têxteis em relação à prática da atividade física no tempo livre. Foram consideradas as variáveis sexo, faixa etária, nível de escolaridade, faixa salarial sendo feita uma correlação entre a atitude e o comportamento apresentado. A revisão de literatura enfoca aspectos relacionados à atitude e a importância da prática da atividade física. Para coleta dos dados foram utilizados dois instrumentos: um questionário contendo uma escala tipo Likert para medida de atitudes e um questionário para obtenção de informações pessoais dos trabalhadores. Foi utilizado um teste não-paramétrio. O qui-quadrado (X2) foi utilizado para análise discriminativa na verificação do nível de significância nas relações ao nível de p = 0.05. A análise dos dados leva a concluir que os trabalhadores das indústrias têxteis de Americana possuem uma atitude favorável em relação à prática da atividade física no tempo livre. Os homens apresentaram uma atitude mais favorável que as mulheres. Fatores como idade, nível de escolaridade e faixa salarial não apresentaram interferência nesta atitude. O estudo possibilitou também a conclusão de que existe uma correlação positiva entre a atitude dos trabalhadores em relação a atividade física e a sua prática.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/05n2/5n205Deutsch.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.