Atitudes de Profissionais na área da Educação Física Adaptada no Ensino Inclusivo Escolar e Ensino Regular

Por: Carlos Henrique Prevital Fileni e Nathan Silva Barbosa.

Revista da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada - v.20 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

A inclusão de alunos com deficiência nas escolas regulares ainda é um desafio para professores, especialmente pela insegurança gerada pela precária formação profissional e falta de estrutura de apoio. Atualmente no processo de formação do profissional de Educação Física (EF) com suas experiências em estágio ou pela vivência na área de Educação Física Adaptada (EFA), promovem transformações no aspecto profissional como pessoal. O objetivo desta investigação foi analisar as atitudes dos professores de Educação Física em relação ao Ensino Inclusivo. Foi aplicado um questionário contendo 48 questões em relação a perspectiva do profissional. A amostra constituiu por 10 (dez) profissionais de Educação Física, na faixa etária de 38,7 (± 8,87) anos, sendo 5 homens e 5 mulheres, residentes ao município de São José do Rio Pardo - SP, Brasil. Os resultados alcançados com o presente estudo obtiveram 5 indivíduos sendo completamente favorável à inclusão, 3 como tendência favorável e 2 tendo como tendência indefinida. Podemos concluir que existe uma tendencia satisfatoria destes profissionais sendo que 8 dos mesmo constitui este resultado positivo logo 2 tem suas tendências indefinidas sobre a inclusão.

Endereço: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/sobama/article/view/9019

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.