Atividade Física Associada Ao Ambiente Urbano: Um Estudo com Mulheres de Três Cidades Litorâneas de Santa Catarina

Por: Camila da Cruz Ramos de Araujo, Jorge Fernando Hammes, , Leonessa Boing, Mariana Rocha e Vanessa Terezinha Ferrari Jonck.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.32 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O estudo analisou a prática de atividade física (AF) associada ao ambiente urbano de mulheres de cidades litorâneas de Santa Catarina (SC). Amostra foi composta por 1127 mulheres de Florianópolis, São José e Itajaí (SC). Utilizou-se o IPAQ – versão curta e o Questionário de Ambiente percebido: versão brasileira (NEWS). A coleta de dados ocorreu em agosto de 2012 a março de 2013. Realizou-se estatística descritiva, teste Qui quadrado, ANOVA com post hoc e análise de regressão multinomial bruta e ajustada (p<0,05). Aproximadamente 50% das mulheres foram consideradas muito ativas, destacando-se Florianópolis, com maior tempo de AF moderada+vigorosa. Observou-se associação entre a prática de AF e presença de lixo próximo a sua casa, proximidade à orla, ruas iluminadas, convite de parentes e praça com equipamentos de ginástica. Concluiu-se que características do ambiente urbano parecem influenciar a prática de AF de mulheres muito ativas e ativas de três cidades litorâneas de SC.

Endereço: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/166806

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.