Atividade Física Convencional (musculação) e Aparelho Eletroestimulador: Um Estudo da Contração Muscular. Estimulação Elétrica: Mito ou Verdade?

Por: Antonio Carlos Simões e Denise Elena Grillo.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.2 - n.2 - 2003

Send to Kindle


Resumo

A eletroestimulação, difundida na mídia, vende a idéia de reduzir a gordura localizada e aumentar a força e resistência muscular localizada. Coube-se propor um estudo comparativo entre a atividade física convencional e a eletroestimulação, para que tivéssemos informações sobre a diferença de rendimento obtido pelos dois métodos. Esta pesquisa investigou grupos de indivíduos do sexo feminino que foram submetidos a uma atividade com sobrecarga e sessões de um aparelho eletroestimulador. Foram feitos testes de hipótese, para verificação das diferenças dos resultados no nível de significância 5%. O eletroestimulador, utilizado nesta pesquisa na sua potência máxima, apresenta resultados significantes, porém limitados em relação ao método tradicional, uma vez que os indivíduos que trabalharam com a musculação utilizaram pesos de apenas 40% da carga máxima.

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1358

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.