Atividade Física de Pais e Filhos: Uma Revisão Sistemática de Estudos com Amostras Brasileiras ? Report Card Brazil.

Por: Bruna T.c. Saraiva, Catarina C. Scarabottolo, Crystian B.s. Oliveira, Diego G.d. Christofaro, Fernanda C.s. Gil, Leandro D. Delfino, Romulo A. Fernandes, Vinicius Y.b. Suetake e William R. Tebar.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.20 - n.4 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi revisar sistematicamente estudos que analisaram a associação da prática de atividade física de pais e filhos. Foi realizada uma busca sistemática em cinco bases de dados (Medline, Embase, Cinahl, Lilacs e SciELO), por meio da combinação de termos sobre crianças e adolescentes, atividade física e suporte social, sendo restrita a estudos contendo amostras brasileiras e escritos em Inglês e/ou Português. Foram incluídos treze estudos na presente revisão e foi observada associação positiva da prática de atividade física de pais e filhos na maioria dos estudos (n=11). Somente dois estudos não observaram associação significativa da atividade física de pais e filhos, contudo não foram observadas associações negativas. Foram observadas diferentes associações de acordo com o gênero tanto dos pais quanto dos filhos. Estes achados ressaltam a importância da prática de atividade física dos pais como incentivo à prática de atividade física dos filhos em amostras brasileiras. Estratégias de promoção da prática de atividade física em crianças e adolescentes de ambos os sexos devem considerar o suporte social como um fator importante, especialmente a respeito da prática de atividade física dos pais.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1980-00372018000400532&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.