Atividade Física Diária e Composição Corporal de Adolescentes Gemelares

Por: , Marcio Cascante Rusenhack, Marcos Roberto Queiroga, , Mário Hiroyuki Hirata, Sandra Aires Ferreira, Valderi Abreu de Lima e William Cordeiro de Souza.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.24 - n.3 - 2016

Send to Kindle


Resumo


O objetivo do estudo foi verificar a atividade física diária (AFD) a partir do número de passos/dia e determinar sua influência na composição corporal de adolescentes. Participaram do estudo 114 adolescentes nascimentos múltiplos na faixa etária de 11 a 18 anos (54 pares e 2 trigêmeos) pertencentes ao município de Rio Claro-SP. Cada avaliado recebeu um pedômetro (Yamax Digi-Walker SW-700) e foi orientado a usá-lo durante dois dias da semana (2ª a 6ª feira) e um no fim de semana (sábado ou domingo), registrando os passos no final de cada dia. Os resultados revelaram média para a AFD de 11.022,2±3.930,1 p/d. Os meninos foram mais ativos (12.833,5±4.363,3 vs 10.080,4±3.343,9 p/d) e, apenas 28,2% (22) das meninas e 58% (22) dos meninos, atenderam ao critério mínimo de AFD, estes apresentaram valores significativamente de percentual de gordura quando comparados aos seus pare. Encontrou-se correlação negativa significante entre AFD e as variáveis de IMC (r=-0,249), CC (r=-0,24) e %G (-0,427). Grande quantidade dos adolescentes gemelares apresentaram-se baixos níveis de AFD, indivíduos mais ativos apresentaram menor percentual de gordura corporal, assim a adoção de deslocamentos a pé deve ser estimulado com o intuito de prevenir ou reduzir a quantidade de gordura corporal em adolescentes gemelares.
 

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/62

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.