Atividade Física e Fatores Associados à Prevalência de Síndrome Metabólica em Adolescentes

Por: Antonio Stabelini Neto, Géssika Castilho dos Santos, Jéssica Sartini Sena, Renan Camargo Correa, Rui Gonçalves Marques Elias e Wagner de Campos.

Revista da Educação Física - UEM - v.25 - n.4 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar os fatores associados à prevalência de síndrome metabólica (SM) em adolescentes. Participaram do presente estudo 391 escolares entre 10 e 18 anos. A mensuração da atividade física foi feita por meio do acelerômetro. Para se obter informações referentes ao comportamento alimentar foi empregado questionário proposto por Chiara e Sichieri. Para definição da SM foi utilizado à proposta adaptada para população pediátrica do NCEP-ATP III. A SM esteve presente em 3,4% da amostra e indivíduos obesos apresentaram elevada prevalência de SM (29,6%). Após ajuste pela idade, sexo e consumo alimentar, os adolescentes que realizam < 30min./dia de atividade física moderada a vigorosa apresentam o dobro de chances de diagnóstico de SM, no entanto, esta associação não apresentou significância estatística (p>0,05). Apesar da tendência apresentada de maior prevalência de SM nos adolescentes inativos, esta não foi estatisticamente significativa.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/23179

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.