Atividade Física e Modulação do Risco Cardiovascular

Por: Carlos Roberto Bueno Júnior, Matheus Machado Gomes, Roberta Pellá Abdala e William Barbieri Junior.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.22 - n.6 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O envelhecimento desencadeia alterações da marcha e aumenta o risco de quedas e o medo de cair, comprometendo a saúde e a capacidade funcional do idoso. Estudos anteriores investigaram a prática de exercício físico como possível fator de redução desses problemas, porém os resultados encontrados até o momento são inconclusivos. Objetivo: Analisar os parâmetros da marcha, a prevalência de quedas e o medo de cair em idosas ativas e sedentárias. Métodos: Trinta e cinco mulheres com idades entre 60 e 75 anos foram divididas em dois grupos: grupo sedentárias (GS), que não praticavam exercícios físicos regularmente no último ano e grupo ativas (GA), que praticavam exercício físico em um projeto de extensão de uma universidade pública, há pelo menos seis meses

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v23n1/1517-8692-rbme-23-01-00026.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.