Atividade Física e Fatores Associados em Universitários do Primeiro Ano da Universidade Federal de Pelotas

Por: Grégore Iven Mielke.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.15 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Sobre a Obra

O objetivo do estudo foi identifi car os níveis de tividade física e fatores associados em universitários da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). A amostra foi omposta por 485 alunos ingressantes no ano de 2008. A atividade física foi valiada com as seções de lazer e deslocamento do Questionário Internacional de Atividade Física, versão longa. Um ponto de corte de 150 minutos por semana foi utilizado para a análise dos scores de atividade física no lazer, no deslocamento e no somatório de ambos. Dos indivíduos ntrevistados, 53,9% eram mulheres e 42,3% tinham menos de 20 anos. Em relação à prática de tividade física, 57,1%, 59,1% e 84,4% dos acadêmicos foram classifi cados como ativos no azer, no deslocamento e na soma dos dois, respectivamente. Segundo a análise ultivariável, homens foram signifi cativamente mais ativos que as mulheres no lazer e atividade física otal. A atividade física no lazer associouse inversamente com a idade. Para o nível socioeconômico, bservamos uma associação direta na atividade física de lazer e associação inversa na tividade física de deslocamento. O gosto e tempo livre para prática estiveram diretamente associados ao nível de atividade física no lazer e total. Alunos de cursos da área da saúde foram signifi cativamente mais ativos que alunos de cursos de outras áreas. Estratégias de incentivo à rática de atividade física de universitários, especialmente no lazer, são necessárias.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/295.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.