Atividade Física Habitual e Capacidade Funcional Percebida de Idosas do Sul do Brasil

Por: Grasiely Faccin Borges, Sidney Ferreira Farias e .

Pensar a Prática - v.14 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo verificar a associação entre o nível de atividade física habitual e a capacidade funcional percebida, de idosas participantes de grupos de convivência. A amostra foi constituída por 92 mulheres com idade entre 60 e 98 anos (Média: 68,1 ±7,0 anos), participantes de um grupo convivência de idosos de um Município da região Sul do Brasil. Para coleta de dados foi utilizada uma entrevista. Testou-se a associação entre as variáveis através do teste qui- quadrado. Verificou-se associação entre o nível de atividade física habitual e capacidade funcional relatada (Qui-Quadrado= 18,9; p<0,001). A partir deste contexto destaca-se a importância de se manter uma prática regular de atividades físicas, para a manutenção da saúde e de uma boa capacidade funcional.

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/12314/9153

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.