Atividade Física, Lazer e a Ocupação do Tempo Livre

Por: Sérgio Stucchi.

I Encontro Interdisciplinar Dependência Química, Saúde e Responsabilidade Social

Send to Kindle


Resumo

Os três elementos que compõem o título deste ensaio presentam relações de dependência. Contudo, muitas vezes deixam de ser considerados por desconhecimento da sua importância e continuidade ao longo das rincipais fases da vida. São eles: (1) o desenvolvimento do movimento corporal pelas atividades físicas, como linguagem que começa nas manifestações rudimentares ao nascer e hega à fase adulta através de formas mais sofisticadas de envolvimento do corpo; 2) nos períodos de tempo livre das obrigações, dentro dessas fases, o lazer é condição dquirida nas conquistas decorrentes do produto do trabalho escolar e rofissional e deverá passar a depender de um estatuto social que garanta seu oferecimento través de espaços, equipamentos, recursos humanos e programáticos quivalentes; (3) no contexto do tema da Dependência Química, o tempo livre ainda aparece omo fator preponderante para relações sociais de ordem crescente, colocando em cheque o estilo e a qualidade de vida em razão do desconhecimento de valores de eterminados usos e costumes exacerbados. Provoca desequilíbrios nos compromissos com s obrigações profissionais, escolares, familiares e, com o nfraquecimento desses vínculos, ocorrem desajustes afetando negativamente o estilo de vida do ujeito.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.