Atividade Física nas Empresas da Indústria de Pelotas, Rs: Um Estudo Descritivo do Oferecimento, Oportunidades e Incentivos Dados Aos Trabalhadores

Por: Virgílio Viana Ramires.

108 páginas. 2010 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A prática de atividades físicas tem sido apontada como importante fator de prevenção ao desenvolvimento de doenças crônicas. No entanto, diversos estudos demonstram que a proporção de pessoas na condição de sedentárias está aumentando. Em virtude disso, a promoção de ambientes favoráveis à prática de atividades físicas no trabalho torna-se importante, tendo em vista a quantidade de tempo gasta pelos sujeitos em suas jornadas de trabalho. Objetivo: Realizar um diagnóstico das empresas da indústria de Pelotas quanto ao oferecimento, facilitação e incentivo à prática de atividades físicas dos seus trabalhadores. Metodologia: Trata-se de um estudo observacional de delineamento transversal. A amostra foi obtida do banco de dados das empresas cadastradas nos sindicatos filiados ao Centro das Indústrias de Pelotas (CIPEL) e complementarmente pelo banco de dados da Editora Brasileira de Guias Especiais (EBGE). Foi aplicado um questionário a um representante da direção da empresa para avaliar as condições dos espaços físicos, instalações e de como as atividades físicas são oferecidas, facilitadas e incentivadas. Resultados: Das 81 empresas que fizeram parte da amostra, apenas cinco relataram oferecer a prática de atividades físicas durante a jornada de trabalho. Todas as empresas que oferecem programas de atividades físicas apresentam mais que 50 trabalhadores. Em somente 10 empresas, existe espaço destinado para prática de atividades físicas no interior das suas instalações, e em oito, há quadras esportivas disponíveis para utilização dos funcionários. Dez empresas relataram manter convênios, e 13 subsidiar atividades fora das suas instalações. A prática mais comumente descrita pelas empresas foi a existência de equipes esportivas. Conclusão: A prática de atividades físicas nas empresas da indústria do município de Pelotas acompanha a tendência mundial quanto ao oferecimento e ao suporte serem mais comumente apresentados em empresas com mais de 50 funcionários e, também, em relação às empresas não proporcionarem a prática de atividades físicas através de convênios ou atividades subsidiadas.
 

Endereço: http://wp.ufpel.edu.br/ppgef/dissetacoes_2010/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.