Atividade Fisica Para Saude no Ensino Medio e no Tempo Livre: Estudo Quase-experimental em Bauru, Sp

Por: Jorgeta Zogheib Milanezi.

2001 14/11/2001

Send to Kindle


Resumo

Os objetivos desta investigação foram: i-) identificar os níveis de aptidão física relacionada à saúde, em grupos de indivíduos na Educação Física Escolar e em Tempo Livre; ii-) Avaliar estimadores da aptidão física relacionada à saúde, de alunos expostos a exercícios físicos, em diferentes situações aplicadas. A pesquisa desenvolveu-se na Escola Técnica de Ensino Médio da UNESP - Bauru, SP. Avaliações foram realizadas no início e final do ano letivo com 96 alunos, divididos em quatro grupos segundo tipos de Atividade Física (AF), como se descreve: G1 freqüentadores das aulas de Educação Física (EdF) (20); G2- praticantes de AF em Tempo Livre (22); G3- freqüentadores das aulas de Educação Física e praticantes de AF em Tempo Livre (45); e, G4- sedentários (9). O estudo foi de intervenção, quase experimental, e consistiu na comparação dos grupos nos dois momentos de aferição das variáveis, As capacidades físicas relacionadas à saúde foram avaliadas de acordo com testes do "Colégio Americano de Medicina do Esporte": compreendem a condição aeróbica, resistência e força muscular, composição corporal e flexibilidade. Adotou-se como procedimento estatístico a técnica de análise de variância para medidas repetidas com dois fatores (grupos e momentos), complementada com os intervalos simultâneos de confiança e, para comparação dos resultados da presente pesquisa com valores de referências da literatura a aplicação de escore "T". Os resultados mais destacados foram: 1- o percentual de gordura e a resistência muscular localizada com situações semelhantes entre todos; 2- quanto ao peso, índice de Massa Corpórea e flexibilidade, melhora no que participava das aulas de Educação Física (G1) e no de freqüentadores das aulas de EdF e praticantes de AF em Tempo Livre (G3), que evoluíram significativamente da avaliação inicial para a final; 3- em relação a consumo máximo de oxigênio, no pré-teste, apenas G1 apresentou escores inferiores, porém igualou-se aos demais na análise final; 4 quanto à força muscular, somente no pré-teste foram observadas diferenças expressivas; G1 < G2 e G2 < G3. As medidas antropométricas peso e estatura e o índice de massa corporal apresentaram valores de ET superiores à posição 50, demonstrando que a população estudada possui indicadores de crescimento superiores ao observado nos valores médios considerados como referência. Em contrapartida, as variáveis de composição corporal e relacionadas à saúde oscilam predominantemente entre as posições 30 e 50, sendo que o item resistência muscular localizada é aquele onde se registraram escores mais baixos. Em síntese, a presente investigação apontou que a AF realizada no contexto escolar apresentou maior impacto comparativamente às atividades corporais em Tempo Livre 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000235774&opt=1

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.