Atividade Física, Qualidade de Vida e Medicamentos em Idosos: Diferenças Entre Idade e Gênero

Por: ágata Yoko Yasue Hamanaka, émerson Sebastião, Gustavo Christofoletti, e .

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.11 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Estudos têm demonstrado uma relação inversa entre nível de atividade física (NAF), qualidade de vida (QV) e uso de medicamentos em envelhecimento. O objetivo do presente estudo foi analisar possíveis relações e diferenças entre NAF, QV, e uso de medicamentos, em idosos. Para tanto, 192 idosos foram selecionados por amostragem aleatória estratificada por setores censitários. Foram utilizados: a) Questionário Baecke Modificado para Idosos; b) Questionário Genérico para Avaliação da Qualidade de Vida – SF36 e c) Questionário Sócio Demográfico e de Saúde. A análise estatística incluiu estatística descritiva e testes paramétricos e não-paramétricos, adotando p < 0,05. Como resultados: a) Em relação à idade, a análise estatística apontou diferença estatisticamente significativa somente para NAF entre os grupos, sendo que G1 (60 – 69 anos) apresentou maior nível de atividade que os demais; b) Em relação ao gênero, independente de faixa etária, observou-se diferença estatisticamente significativa na QV e no uso de medicamentos, com os homens percebendo melhor QV e fazendo menor uso de medicamentos; c) Em relação ao gênero, porém dentro de cada faixa etária, foram observadas diferenças no NAF, QV e no uso de medicamentos, todas favoráveis aos homens, em faixas etárias específicas. Conclui-se, de maneira geral, em idosos: a) o NAF é baixo, diminui ainda mais em faixas etárias mais avançadas e é mais elevado em homens que em mulheres na primeira década da velhice e; b) homens percebem melhor QV e fazem menor uso de medicamentos comparados com as mulheres.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2009v11n2p210

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.