Atividade Física e Qualidade de Vida de Operadores de Caixa de Supermercado

Por: Adriana Coutinho A. Guimarães, Heloisa Helena Battisti e Joseani Paulini Neves Simas.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.13 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Objetivos: investigar a prática da atividade física e a qualidade de vida na percepção dos operadores de caixa de supermercado. Pesquisa de campo descritiva, sendo 40 operadores de caixa de uma rede de supermercados da Grande Florianópolis. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário com 28 questões fechadas e 2 questões abertas. Resultados: 95% dos entrevistados julgam existir movimentos repetitivos e cerca de 65% destes sentem algum tipo de dor ou desconforto durante o trabalho, 61% sentem dores no corpo durante o próprio serviço, a atividade que mais causa dor é erguer o braço. A maioria recebeu algum tipo de orientação ou treinamento quanto as posições ou posturas a serem adotadas durante o trabalho. Quanto a prática de atividade física 57% são adeptos, sendo que a mais citada foi a caminhada, numa periodicidade de 2 a 3 vezes por semana, com duração superior a 30 minutos. Entre os motivos mais citados que levaram os pesquisados a praticarem atividade física são a promoção da saúde e a melhora da aptidão física. Quanto a qualidade de vida na concepção dos operadores de caixa de supermercado a maioria deles, julga possuir uma boa qualidade de vida. Conclusões: a grande maioria dos entrevistados sentem dores ao realizarem a atividade de trabalho, praticam algum tipo de atividade física e consideram sua qualidade de vida boa. Palavras-chave – qualidade de vida, atividade física, operadores de caixa

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.