Atividade Física na Terceira Idade Ana Cristina de Souza Teixeira, Rita Maria Puga Barbosa, Simone de Oliveira Trindadeatividade Física na Terceira Idade

Por: Ana Cristina de Souza Teixeira, e Simone de Oliveira Trindade.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Em 2003 o Programa Idoso Feliz Participa Sempre Universidade na 3ª Idade Adulta
(PIFIPS-U3IA) completou 10 anos, neste ano foi realizado um levantamento para
avaliar o fenômeno do engajamento e aderência de todos alunos matriculados tanto
da turma 1 (45-59 anos), quanto na turma 2 (60 anos em diante). Com 13 anos de
implantação completo em 2006, foi realizado um estudo comparativo com os dados
obtidos em 2003, para sabermos o engajamento e aderência a educação física
gerontológica em Manaus nestes dois momentos. Material e Método: Para o
levantamento utilizamos a lista de matriculados de 2006, turma 1 e turma 2, com
um total de 348 alunos matriculados, juntamente com os dados obtidos em 2003,
que foram realizados com 471 alunos.Resultados e conclusões: O estudo comparativo
de engajamento e aderência foi classificado no intervalo entre 1993-2006, onde
foram feitos intervalos de 5 anos neste período de 13 anos de existência do programa.
A meia idade apresentou o resultado em 2003 de 44,9% e em 2006 foram 31,51%
de engajamento e aderência, visto que muitos alunos da turma 1 passaram para
turma 2 neste período. Os alunos da turma 2 em 2003 tinham 74,6% de aderência
e engajamento, em 2006 este número foi de 60,35%. Comparando somente os
inscritos em 2003 que foram 58,6% e os inscritos 2006 com um percentual de
64,9% de aderência. Podemos em vista dos resultados constatar que existe uma
grande aderência por parte da turma 2 como foi constatado através dos resultados
obtidos. Os resultados da turma 1 não podem ser desprezado, pois o número de
alunos que ingressam (45-59) é bem significativo. Vemos, então ser possível que
estas pessoas se engajem num programa e permaneçam anos demonstrando com
isto a aderência dos acadêmicos da 3ª idade adulta ao programa desenvolvido na
Universidade Federal do Amazonas.Confirmamos como em 2003 que a atividade
física extenuante, dantes repulsiva, haja vista, os altos níveis de ácido láctico, explícitos
nas dores musculares, reelaborados por profissionais sensíveis ao fator adaptação
não só das questões fisiológicas, mas psicológicas e sociais compõem as imagens da
construção da educação física gerontológica.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/62_Anais_p235.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.