Atividades Circenses no Ensino Fundamental: Uma Possibilidade na Educação Física Escolar

Por: .

Conexões - v.16 - n.4 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho é relatar e refletir sobre as experiências com a tematização das atividades circenses nas aulas de Educação Física em turmas do primeiro ano do Ensino Fundamental. Essa experiência foi realizada na Escola Municipal Professara Maria de Lourdes Oliveira, situada no distrito de Gravatá, cidade de Ceará-Mirim no Estado do Rio Grande do Norte (RN). Com inspiração nos pressupostos da pesquisa-ação foram planejadas aulas a partir de uma unidade didática composta de sete encontros para cada turma. Foram vivenciadas experiências com malabarismo de lançamento e de equilíbrio dinâmico, equilíbrios corporais, acrobacias de solo e de equilíbrio acrobático. Esses encontros proporcionaram experiências criativas com o corpo e ampliaram os saberes dessas crianças sobre o universo circense

Referências

BORTOLETO, Marco Antonio Coelho. A perna de pau circense: o mundo sob outra perspectiva. Motriz, Rio Claro, v. 9, n. 3, p. 125-134, 2003. Disponível em: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/09n3/07Bortoleto.pdf.

BORTOLETO, Marco Antonio Coelho. Atividades circenses: notas sobre a pedagogia da educação corporal e estética. Cadernos de Formação RBCE, v. 2, n. 2, p. 43-55, 2011. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/view/1256.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

DUPRAT, Rodrigo Mallet. Atividades circenses: possibilidades e perspectivas para a educação física escolar. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274902.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 59. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários para a prática educativa. 53. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

HILDEBRANDT-STRAMANN, Reiner. Textos pedagógicos sobre o ensino da Educação Física. 4. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2013.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

SILVA, Erminia. O circo: sua arte e seus saberes, o circo no Brasil do final do século XIX a meados do XX. 1996. 184 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1996.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Tradução Lólio Lourenço de Oliveira. In: Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf.

VIGOTSKI. Lev Semenovich. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Endereço: https://doi.org/10.20396/conex.v16i4.8650704

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.