Atividades e Brincadeiras Preferidas Duranteo Recreio Escolar e Tempo de Lazer: Um Estudo Comparativo Entre Escolas da Rede Pública e Particular

Por: Debora Tornquist, Luciana Tornquist, Miria Suzana Burgos e Myriam Kely Ecke.

Cinergis - v.11 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo


Este estudo transversal tem como objetivo verificar as brincadeiras mais praticadas pelos alunos de escolas públicas e particulares do município de Santa Cruz do Sul, durante o recreio escolar e em seu tempo de lazer, em casa. Constituem-se sujeitos do presente estudo 188 crianças, com idades entre 4 e 6 anos, alunos de nove escolas de educação infantil e anos inicias do ensino fundamental. Para a coleta de dados, os escolares responderam a um questionário sobre o tema e objetivo do estudo. Como resultados observaram-se como principais atividades praticadas, durante o recreio dos escolares da rede municipal, as rodas cantadas, as atividades pedagógicas (pintar) e também o pega-pega. Já, entre os escolares da rede privada, a preferência foi por jogos simbólicos, de casinha e animais, e também os jogos de computador. Nas brincadeiras realizadas em casa pelos escolares, observou-se preferência pelas bonecas e jogos de computador em ambas as redes de ensino, sendo mais citado também na rede municipal, o andar de bicicleta e na particular, a brincadeira de bonecos (homenzinhos). Tanto na rede pública, quanto na rede privada, observou-se preferência dos escolares por brincar separado dos colegas do sexo oposto. Desta forma, podemos concluir que, tanto durante o recreio escolar (especialmente nas escolas particulares), como nas brincadeiras realizadas em casa, há um predomínio de atividades simbólicas, ressaltando-se casinha, bonecas e bonecos, condizentes com a faixa etária em que as crianças estudadas se encontram (quatro a seis anos).
 

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/2176

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.