Atividades Sobre Rodas na Escola: Vivenciando as Atividades de Aventura na Educação Física Escolar

Por: Alipio Rodrigues Pines Junior, , Mérie Hellen Gomes de Araujo da Costa e Silva, e Victor César Shing.

VIII Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura - CBAA

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve por objetivo levantar informações sobre a real possibilidade de utilização das Atividades de Aventura, em especial as atividades sobre rodas – patinete, patins e skate como conteúdo das aulas de Educação Física Escolar. Os esportes tradicionais amplamente vivenciados na grande maioria dos currículos de Educação Física Escolar podem dar conta das perspectivas e necessidades dos educandos da Educação Básica, entretanto permitir experiências de novos conhecimentos possibilitam uma nova organização curricular visando o desenvolvimento da cultura corporal. Entre as novas práticas corporais, estão as Atividades de Aventura, em especial os esportes sobre rodas. As Atividades de Aventura apresentam três âmbitos de atuação, sendo-os: turístico-recreativo, rendimento-competição e o educativo-pedagógico. No que tange a este último, estas práticas constituem um bloco de atividades capaz de proporcionar aos educandos variadas situações de relevada importância pedagógica por conta da transmissão eficiente de valores, atitudes e normas e da aprendizagem de conceitos integrados em diferentes âmbitos do conhecimento. Tais ações atingem os alunos que praticam Educação Física Escolar de forma mais abrangente, deixando abertas as possibilidades de um conteúdo que tratará de práticas corporais que aliam o prazer e atributos da cultura corporal de movimento a outra visão, que integra o homem e sua tecnologia ao meio natural e urbano, com atividades de risco controlado e conscientização da necessidade dos desafios a serem vencidos. As Atividades de Aventura quando reinventadas podem diversificar as atividades praticadas nas aulas de Educação Física, contribuindo para o desenvolvimento do tema transversal - Meio Ambiente e pode funcionar como elemento facilitador para a concretização da interdisciplinaridade. A Educação Física é uma disciplina que trata pedagogicamente, na escola, do conhecimento da cultura corporal, tendo como objeto de estudo a expressão corporal como linguagem e os temas ou formas da cultura corporal que constituem o seu conteúdo. Os procedimentos metodológicos consistem em duas partes. Primeiramente utilizou-se a abordagem dedutiva, onde parte de teorias e leis com princípios universais e previamente aceitos para a elaboração de conclusões sobre fenômenos universais ou particulares; e por fim o segundo é relativo ao tipo de pesquisa adotado, neste caso, a pesquisa indireta que é caracterizada pela utilização de informações, conhecimentos, e dados já coletados por outras pessoas e demonstrados de diversas formas. A prática das Atividades de Aventura na Escola, em especial as sobre rodas – patinete, patins e skate, como componente curricular inovador dentro da área da Educação Física escolar, podem ampliar de forma integrada as vivências dos sujeitos escolares, e assim possibilitar experiências práticas que conduzirão à aquisição de novos conhecimentos e aprendizagens.

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-do-viii-congresso-brasileiro-de-atividades-de-aventura-cbaa

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.