Atletas em Campos: o Movimento Atletas de Cristo Como Mediador nas Relações Entre Campo Esportivo e Campo Religioso

Por: Elisângela Venâncio Ananias.

2007 24/10/2007

Send to Kindle


Resumo

Este estudo investiga a construção dos modos de presença de Jorge Kajuru em sua atuação como apresentador de um noticiário esportivo televisivo. Nosso corpus foi delimitado nos últimos dois meses de veiculação do programa Esporte Total, sob o comando de Jorge Kajuru, período que compreende os meses de abril e maio de 2004, e ainda integram o corpus outros textos midiáticos, selecionados aleatoriamente. Nossa problematização do objeto ancorou-se na Semiótica desenvolvida em torno de Algirdas Julien Greimas, em especial, na sua gramática narrativa e no nível discursivo, do qual são explorados os mecanismos figurativos e enunciativos. Jorge Kajuru consegue assumir na variação da sua atuação uma existência semiótica transitória entre as categorias englobado e englobante. Ele explora um universo cultural de temas e figuras da esfera da intimidade a partir dos quais ele se serve para alicerçar a relação interativa com o telespectador brasileiro interessado nos esportes, mais precisamente, no futebol, temática central do seu programa. Na sua abordagem Jorge Kajuru cria elos entre situações que veicula em seu Esporte Total e a ética do cotidiano em geral, a partir dos quais depreende-se a intencionalidade do apresentador para o estabelecimento de um contrato de adesão que cria efeitos de sentido de concomitância temporal em relação ao momento de recepção do programa. Nossa hipótese é que Jorge Kajuru se constrói com um modo de ser ele mesmo a partir do rearranjo do papel de narrador em primeira pessoa, assumindo-se na maioria das vezes como interlocutor que dialoga diretamente, como se num corpo a corpo, com o interlocutário, no caso, a audiência, que é instalada em ato interlocucionário para produzir efeitos do desenrolar de uma conversa de cúmplices entre Kajuru e o telespectador, que partilham dos mesmos valores éticos e de conduta social. A figura do apresentador pode ser tomada assim como a de um sujeito que se constrói como enunciado e emerge na enunciação com uma “identidade individuada” por meio dos efeitos de interação propostos nos modos como ele diz o que diz

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.