Atletismo Para Deficientes Visuais na Uem: Origem e Evolução

Por: Mariana Piculli.

II Congresso Paraolímpico Brasileiro

Send to Kindle


Resumo

O atletismo é hoje o esporte mais praticado nos mais de 70 países filiados à Federação Internacional de Desportos para Cegos (IBSA). O Atletismo para Deficientes Visuais é constituído basicamente por todas as provas que compõem as regras oficiais da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), com exceção de salto com vara, lançamento do martelo, corridas com barreira e obstáculos. Afim de que todos os atletas estejam em nível de igualdade no que se refere a acuidade visual, os mesmos são classificados em F11, F12 e F13 nas provas de campo e T11, T12 e T13 nas provas de pista. Na UEM, o Atletismo Adaptado acontece em uma parceria da Associação Sarandiense de Cultura e Esportes para Cegos – ASACEC com o PROEFA/UEM – Programa de Educação Física Adaptada da Universidade Estadual de Maringá, coordenado pelo Professor Doutor Decio Roberto Calegari, tendo a participação da Professora Fabiana Ap. da Silva Batista e da acadêmica Mariana Piculli. A modalidade na Associação teve seu início em 1999, sendo praticada até hoje. Dentre as principais competições que os atletas participam estão a Etapa Regional e as Etapas Nacionais do Circuito Loterias Caixa Paraolímpico.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.