Atletismo se Aprende na Escola: o Projeto do Núcleo de Ensino da Unesp-rRIO Claro/SP

Por: .

VII EnFEFE - Encontro Fluminense de Educação Física Escolar

Send to Kindle


Apesar de ser considerado como um dos conteúdos clássicos da Educação Física, o Atletismo é ainda muito pouco difundido nas escolas brasileiras. O pouco que dele se conhece está misturado à história particular de meninos e meninas - em sua grande maioria pobres -, que encontraram nas corridas, nos saltos e nos arremessos e lançamentos, um meio para a sua sobrevivência e inserção social.

Ainda que esse seja o retrato mais comum do Atletismo em nosso país, em época de Jogos Olímpicos ele sofre modificações. De mero desconhecido da população em geral, o Atletismo passa a divulgar nomes, provas, esforços físicos, conquistas e recordes, no que conta com o apoio dos meios de comunicação de massa, sobretudo da televisão, até mesmo em horários de grande audiência. É neste curto espaço de tempo olímpico que grande parte da população brasileira entra em contato com as provas, os movimentos e as glórias do atletismo, que comovem todo aquele que acompanha o desempenho dos atletas, transformados pela mídia em verdadeiros heróis.

Mas, se esse é o contato mais comum da população com este esporte - negligenciado nas aulas de Educação Física do ensino fundamental e médio -, que adquire, na posição de expectadora, um conhecimento (televisivo) restrito acerca dessa modalidade esportiva envolta por índices, marcas e recordes, existem outras possibilidades de conhecimento dessa modalidade que para além dessa perspectiva competitiva e restrita a grandes eventos mundiais, explora o seu lado educacional.

Com o intuito de desmistificar a imagem transmitida pela mídia que, na maioria das vezes, faz do Atletismo um esporte para poucos e bem-dotados campeões, distanciando-o cada vez mais do âmbito escolar, o Projeto do Núcleo de Ensino 2003 da UNESP-Rio Claro/SP tem como perspectiva verificar as diferentes possibilidades de ensino do atletismo, proporcionando orientações básicas para a sua incorporação nas aulas de Educação Física do ensino fundamental.

Contando com uma coordenadora e três bolsistas, o projeto inclui: pesquisa bibliográfica ampla no campo do atletismo; organização bibliográfica da produção científica no campo do atletismo; organização dos endereços eletrônicos (internet) capazes de contribuir para a pesquisa no campo do atletismo; identificação e seleção dos livros voltados ao ensino do atletismo; divisão dos livros por modalidades: corridas, saltos, arremessos/lançamentos e subdivisões, tais como: corridas (rasas de velocidade, meio-fundo, fundo e revezamentos; com obstáculos; c/barreiras), saltos (em altura; em distância; com vara e triplo), arremessos (peso) e lançamentos (disco, dardo e martelo); seleção do material de ensino encontrado dentro da modalidade, criando-se novas subdivisões, por exemplo: corridas rasas de velocidade, corridas rasas de fundo, corridas de revezamento, corridas c/ obstáculos, corridas c/ barreiras; organização do material bibliográfico produzido de acordo com cada subdivisão da modalidade; criação de variações e sugestões de novas atividades a partir das apresentadas pela bibliografia, tendo como referência o âmbito escolar e as dificuldades de espaço e de materiais comumente apresentadas como justificativa para sua não inclusão no programa anual das aulas de Educação Física;

elaboração de orientações básicas e específicas para o ensino de cada modalidade, levando-se em conta os diferentes espaços físicos possíveis para o seu ensino e materiais (oficiais e/ou alternativos); elaboração de material básico como resultado do trabalho realizado durante o período; elaboração de projetos para a publicação desse material didático, como uma forma de orientar os interessados em atletismo, de maneira geral, para o seu ensino, ressaltando-se que os jogos pré-desportivos envolvendo as habilidades motoras básicas de marchar, correr, saltar, lançar e arremessar, que fazem do atletismo a modalidade esportiva que é, consistirão nos principais elementos a serem investigados como propostas reais para o seu ensino no âmbito escolar, onde, por diferentes motivos, é infelizmente tão pouco explorado.

Com base em pesquisa bibliográfica acerca do ensino do atletismo e da organização de referências bibliográficas nesse campo, procurar-se-á delinear orientações básicas aos professores de Educação Física, procurando orientá-los na introdução das crianças no universo de movimentos próprios do atletismo, desmistificando as dificuldades de ensino que, aparentemente, lhe parecem inerentes.

Assim, por meio de atividades recreativas que mesclam um conhecimento geral sobre as habilidades motoras e um conhecimento específico sobre provas particulares dessa modalidade esportiva, o resultado do projeto procurará delinear orientações didáticas que contribuam para a aproximação das crianças desse conhecimento, vivenciando-o por meio do próprio corpo. Nas corridas, por exemplo, é possível se explorar os jogos de pegador, as estafetas, os trabalhos em grupo; nos saltos, é possível a utilização de atividades recreativas capazes de projetar o corpo ora horizontal, ora verticalmente; nos arremessos/lançamentos, é possível se desenvolver jogos pré-desportivos que envolvam materiais com texturas e formatos diferenciados, demonstrando aos professores diferentes possibilidades para se ultrapassar dificuldades aparentemente intransponíveis como, por exemplo, no que se refere aos materiais e espaço físico quase sempre inexistentes para estes fins no âmbito de muitas escolas.

Além da organização de atividades de iniciação e aprendizagem dos movimentos básicos dessa modalidade esportiva por meio de jogos pré-desportivos que exploram as habilidades motoras, poderemos investigar as possibilidades de desenvolvimento de competições, jogos e gincanas cujo caráter festivo propiciam a inserção das crianças no universo das provas oficiais do atletismo, garantindo-lhes um conhecimento amplo desta modalidade no âmbito escolar.

A realização de um projeto deste porte, com uma amplitude que abarque todas as provas do atletismo é, não apenas urgente, mas, de fundamental importância para a área como um todo, sobretudo por dois motivos: 1. os livros existentes na área são muito antigos; 2. a ênfase técnica dos livros predomina sobre a pedagógica. Por esses motivos não é difícil identificar no campo escolar grandes dificuldades, por parte dos professores, em ensinar o atletismo para as crianças, sobretudo no ensino fundamental, quando deveria ser inserido como conteúdo básico das aulas de Educação Física. E, por outro lado, quando o fazem, muitas vezes impõem-lhes uma metodologia que visa a formação de atletas descaracterizando a dimensão pedagógica do ensino, já que, em termos bibliográficos, não são muitas e/ou atualizadas as produções disponíveis neste campo.

Para além disso, cabe registrar que, sob as mais diferentes justificativas, como, por exemplo: de que a escola não dispõe de uma pista ou de espaço adequado; de que, em função dos custos, não há como se adquirir os materiais oficiais; de que algumas provas são muito técnicas; entre outras coisas, os professores de Educação Física, na maioria das vezes, não incorporam o atletismo no programa anual de suas aulas. Não à toa, o objetivo desse projeto será justamente demonstrar que o "atletismo se aprende na escola" e que há, portanto, inúmeras possibilidades de adequação de espaço, materiais e atividades capazes de garantir o desenvolvimento e aprendizagem dessa modalidade que certamente corresponde a uma das mais básicas e tradicionais da Educação Física.

Os autores: Sara Quenzer Matthiesen, Augusto César Lima e Silva, Adriano Percival Calvo e Flórence Rosana Faganello pertencem ao GEPPA - Grupo de Estudos Pedagógicos e Pesquisa em Atletismo do Departamento de Educação Física da UNESP-Rio Claro/SP., com o apoio do NE/PROGRAD/UNESP

Referências bibliográficas

  • Kirsch, A., Kock, K. Séries metodológicas de ejercicios en atletismo. Buenos Aires, Kapeluszm, 1973.
  • Kirsch, A., Kock, K. & oro, U. Antologia do Atletismo. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1983.
  • Koch, K. Carrera salto y lanzamiento en la escuela elemental. Buenos Aires: Kapelusz, 1973.
  • Kunz, Elenor (org.). Didática da educação física 1. Ijuí: Unijuí, 2001.
  • Matthiesen, S. Q. Atletismo para crianças: relato de uma experiência educacional entre 1999 e 2000. IN: Anais do II Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana/VIII Simpósio Paulista de Educação Física, Motriz, Rio Claro, v. 7, n. 1, suplemento, p. S227, jun. 2001, ISSN 1415-9805, 28 abr./1 maio 2001.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.