Atuações Pedagógicas Inerentes a Práxis dos Professores de Educação Física Escolar

Por: Priscilla Spindola de Aguiar.

69 páginas. 2017 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A performance docente vem sendo estudada há muitos anos, no sentido de analisar tanto a eficácia do ensino quanto a melhoria da ação pedagógica. Essa discussão coloca o ensino com a possibilidade de múltiplas práticas, ou seja, não linear, mas variável e evolutiva, tendo em vista diversos estilos metodológicos, entendidos aqui como a forma de atuação do professor, seja referente à sua ação, seja à forma de comunicação. A Educação Física escolar consolidada como componente curricular tem como alicerce a cultura corporal do movimento. Contudo, o grande questionamento da disciplina relaciona-se com a qualidade de suas aulas, isto é, com a capacidade dos professores em elencar objetivos e planejar e organizar conteúdos específicos da área. Percebe-se, assim, na literatura, uma lacuna sobre como os conteúdos da Educação Física escolar irão traduzir-se em aprendizados concretos. A partir dessa problemática, é evidenciada, na presente pesquisa, uma série de inquietações que tratam da docência dos professores de Educação Física e da responsabilidade com os objetivos desse componente curricular, ou seja, de como a Educação Física escolar vem se apresentando no âmbito educacional. Para tal, o objetivo geral deste estudo foi delinear os estilos de ensino inerentes a práxis dos professores de Educação Física. Como objetivos específicos, visaram-se à identificação dos objetivos e dos conteúdos do Ensino Fundamental da Educação Física escolar; à avaliação do envolvimento do professor durante a aula prática de Educação Física escolar; e à analise da consistência entre os objetivos e os conteúdos evidenciados e o envolvimento dos professores participantes desta pesquisa em suas aulas. Com base nos objetivos deste trabalho, propôs-se um estudo com delineamento descritivo exploratório, para o qual se utilizou abordagem mista. Nesse modelo, técnicas quantitativas e qualitativas são utilizadas simultaneamente durante a fase de coleta de dados, e os resultados, compartilhados durante a fase de interpretação. A amostra é constituída por professores de Educação Física do Ensino Fundamental da rede municipal de Porto Alegre. A comunicação inicial foi a partir de endereço eletrônico, via Secretaria Municipal de Educação, com o qual se entrou em contato com 54 escolas, das quais 4 escolas constituíram a amostra de pesquisa, resultando em 5 professores participantes. Para a coleta de dados, foram utilizados dois instrumentos. O primeiro deles foi uma entrevista semiestruturada, empregada com professores de Educação Física, cujas questões objetivaram investigar concepções sobre a disciplina de Educação Física, sobre o seu ensino-aprendizagem e sua ação pedagógica, ou seja, seus objetivos, conteúdos, procedimentos metodológicos e características. As entrevistas realizadas foram gravadas e transcritas, sendo posteriormente feita a análise do conteúdo gerado. O segundo instrumento utilizado para as observações das aulas foi o SOFIT (System for Observing Fitness Instruction Time), ferramenta que objetiva avaliar a qualidade do ensino de Educação Física. A observação com o SOFIT foi dividida em duas fases (contexto/conteúdo e envolvimento do professor). Seguindo o protocolo desse instrumento, foram filmadas duas aulas de cada professor, nas quais foram sorteados 6 alunos (3 meninos e 3 meninas), dos quais 2 (1 menino e uma menina) foram alunos reservas, caso precisasse de substituição dos alunos observados. As análises das fases foram feitas e incluídas no discurso sobre a ação pedagógica do professor Como resultados, foram identificados o perfil dos sujeitos de pesquisa, suas concepções metodológicas e algumas estratégias. De acordo com os dados apresentados, não foram identificados muitos estilos pedagógicos, mas um padrão de discursos e atuações: os professores estudados, em sua maioria, apresentaram objetivos, contexto e envolvimento nas aulas semelhantes. Em maior parte, os contextos das aulas foram relacionados com habilidades motoras, jogos (motores e esportivos) e com a explicação de regras e conhecimentos. A postura dos professores esteve centrada em dar instruções e administrar as atividades, ou seja, os professores participantes passaram mais da metade do tempo de aula envolvidos com as atividades e com os alunos. Com esta pesquisa, concluiu-se que a Educação Física escolar aqui vista é uma disciplina planejada e estruturada, e seus resultados positivos fazem com que ela consolide sua identidade no contexto escolar e no meio acadêmico.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/164774

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.