Aulas de Educação Física e Indicadores de Violência em Adolescentes

Por: Agostinho Gonçalves da Silva Júnior, Anisio Luiz Silva Brito, Carla Menêses Hardman, , , e .

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.18 - n.5 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo transversal foi analisar a associação entre a participação nas aulas de Educação Física (EF) e indicadores de violência em estudantes. Um questionário foi usado para coletar dados pessoais, da participação nas aulas de EF e de indicadores de violência em 4.210 adolescentes (14-19 anos) estudantes do ensino médio do estado de Pernambuco, Brasil. A pre- valência de “envolvimento em brigas” e de “envolvimento em episódios de violência física como vitima” foi, respectivamente, de 21,2% e 10,7%. Verificou-se que 64,9% dos estudantes relataram não participar das aulas de EF. A prevalência dos indicadores de violência foi maior entre os rapazes, enquanto a não participação nas aulas de EF foi maior entre as moças. Independente- mente do sexo e de outras covariáveis, verificou-se que a participação nas aulas de EF foi um fator diretamente associado a envolvimento em brigas. Concluiu-se que a participação nas aulas de EF está associada a envolvimento em brigas em estudantes adolescentes, contrariando, neste caso específico, a hipótese de que a participação nessas aulas está associada a condutas de saúde.
 

Endereço: http://www.sbafs.org.br/revista/artigos.php?id_revista=75

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.