Auto-estima e Relações de Gênero em Praticantes de Ginástica em Academias

Por: Sérgio Luiz Ferreira Rabelo.

138 páginas. 2001

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi averiguar a influência da prática de ginástica de academia na auto-estima dos praticantes bem como e as relações de gênero entre os mesmos. Para tanto, foi feita uma incursão na literatura nacional e estrangeira, que forneceu subsídios aos temas vinculados ao corpo e a auto-estima, gênero e corporeidade, corpo como objeto de consumo, a academia de ginástica e o corpo masculino e feminino, bem como suporte teórico às representações sociais relacionadas às questões de gênero. A metodologia foi de natureza qualitativa, com dimensão interpretativa de homem. A amostra compreendeu 40 praticantes de ginástica de academia, sendo 20 homens e 20 mulheres com idade entre 18 e 35 anos. como instrumento foi empregada uma entrevista semi-estruturada com 12 perguntas versando sobre dados pessoais, motivos e objetivos para a prática de ginástica em academias, sentimentos e benefícios desta prática, influência e cobrança da sociedade para um corpo em forma. Os dados foram coletados em academias de ginástica e tratados pela análise de conteúdo. Os resultados apontaram participantes de diversas profissões e com escolaridade do 1º grau completo ao curso superior com pós-graduação. A amostra revelou mais solteiros do que casados ou separados. Os resultados apontaram que a saúde condicionamento físico, auto-estima, lazer e socialização. Antes de prática de ginástica os praticantes revelaram ter baixa auto-estima e depois da prática mais amor próprio e mais satisfação pelo seu corpo. Os respondentes revelaram que os outros os julgam pelo aspecto físico e afetivo. Os praticantes evidenciaram uma mudança neles mesmos após a prática de ginástica em academia e também apontam uma cobrança da sociedade para terem um corpo em forma. Conclui-se que o nível de auto-estima é alterado de acordo com grau de satisfação e insatisfação com o corpo. As mulheres mostraram-se mais vulneráveis quando não se sentem com o corpo ideal. A prática de Ginástica influenciou positivamente na auto-estima dos praticantes.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1195&listaDetalhes%5B%5D=1195&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.