Auto-percepção da Imagem Corporal em Estudantes de Educação Física e Medicina

Por: Alexandre Palma, Luana Garcia, Ludmila Mourão, Monique Assis e Odilon Gonçalves Milagres.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi identificar a auto-percepção da imagem corporal entre estudantes de educação física e de medicina de uma universidade particular da cidade do Rio de Janeiro. Foram pesquisadas 195 estudantes universitárias. Deste grupo, 97 cursavam educação física e 98 eram graduandas em medicina e apresentou média de idade de 21,4 ±3,1 anos. Para verificação da auto-percepção da imagem corporal utilizou-se o Body Shape Questionnaire (BSQ). Os resultados indicam que as alunas de medicina apresentaram maiores escores do BSQ (84,1) do que as universitárias de educação física (70,6) (p<0,003). Além disto, as estudantes de medicina distribuíram-se em maior proporção nas categorias relacionadas a alguma preocupação com a imagem corporal (p<0,03). Neste sentido, o trabalho, a princípio, revela que as universitárias de medicina mostram-se mais propícias aos distúrbios relacionados à imagem corporal do que as alunas de educação física, a despeito de estas últimas sofrerem pressões para manter o corpo dentro de padrões estéticos considerados ideais.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/426.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.