Autoconhecimento e Práticas Corporais: Para Uma Educação Transpessoal Integradora do Saber Ao Ser no Processo de Formação Inicial dos Alunos de Educação Física

Por: Edmilson Pinto de Albuquerque.

2017 06/11/2017

Send to Kindle


Resumo

A tese trata da importância do autoconhecimento e as práticas corporais e a contribuição da Educação Transpessoal para o processo de formação inicial dos alunos de Educação Física. Nesse contexto os alunos são incentivados a entrar em contato com os fundamentos de aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser para a promoção da educação integral. Priorizamos a concepção holística de educar baseada no Paradigma Emergente. Nessa concepção os alunos em formação inicial são conduzidos a resgatar a visão do ser integral, a vida e o amor como fundamento da educação. Tivemos como fio condutor, as dimensões constitutivas para o aprender voltadas para a integração da corporeidade, da autopoiesis e da transdisciplinaridade. Este trabalho apresenta pistas para a formação do professor de Educação Física. Trata do desdobramento de vivências docentes experienciadas em 2006, no Curso de Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na disciplina de Consciência Corporal, oferecida aos alunos em formação. Podendo ser caracterizada como uma pesquisa ação. A pesquisa-ação foi escolhida como método de conhecimento e intervenção porque permitiu ao mesmo tempo conhecer e atuar, estudando as condições e os resultados da experiência efetuada. Nos encontros compartilhados com experiências refletidas, recorremos às vivências de situações que mobilizaram as dimensões corporais, emocionais, mentais e espirituais dos participantes. Os dados coletados por meio de observação, registros, questionários e entrevistas dos processos de aprender foram pontos de partida para o início do diálogo junto aos alunos em formação do Curso de Graduação em Educação Física. Os dados encontrados foram interpretados por meio da hermenêutica e análise do discurso. Os participantes são considerados nessa pesquisa como protagonistas e impulsionadores do processo educativo.O referencial teórico, foi ancorado pela Educação Transpessoal, educação que contribuiu para uma cultura de paz e de convivência respeitosa. Os protagonistas da pesquisa no seu processo de formação inicial constataram a importância da educação transpessoal, voltada para a ação e mudança, para novas maneiras de ser e de viver, encarando os conflitos do cotidiano numa perspectiva humana e racional. A pesquisa ressaltou a importância de um novo olhar sobre a formação do Professor de Educação Física para enfrentar os limites da formação fragmentada. Reconhecemos, assim, que através do processo de formação de professores, a educação transpessoal proporcionou amplas mudanças significativas relatadas durante a pesquisa, ampliando e re-significando diferentes níveis de aprendizagem: cognitivo, emocional, atitudinal, e comportamental voltados para o desenvolvimento pessoal e transpessoal, reiterando a relevância do autoconhecimento para o desenvolvimento e estabelecimento de uma prática pedagógica que priorize o sentido da vida. Foi destacado em todos os encontros transpessoais a necessidade da integração do saber ao ser no processo inicial de formação docente

Endereço: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14121

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.