Autoeficácia e Nível de Ansiedade em Atletas Jovens do Atletismo Paranaense.

Por: Albertino Oliveira Filho, Cesar Luis Teixeira, José Luiz Lopes Vieira e .

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.13 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Este estudo analisou a autoeficácia em relação ao nível de ansiedade de atletas do atletismo no Estado do Paraná. A amostra constituiu-se de 75 atletas de idade média de 16,76 anos e de ambos os sexos. Como instrumento foram utilizados o Inventário de Ansiedade Estado Competitiva (CSAI-2), e um questionário estruturado para identificar a autoeficácia. Para análise estatística, foram utilizados os testes Kolmogorov-Smirnov, Mann--Whitney e Kruskall-Wallis. Os resultados indicaram que não houve diferença significativa nos níveis de ansiedade quanto ao gênero; para as mulheres, não foram encontradas diferenças significativas entre expectativa de resultado e níveis de ansiedade; os homens que obtiveram resultado superior ao esperado apresentaram maior nível de ansiedade. Concluiu-se que os atletas com altas expectativas de resultado apresentaram níveis maiores de ansiedade cognitiva e somática e de autoconfiança.


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2011v13n3p183

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.